Bares e restaurantes de cidades com 35 mil habitantes vão poder abrir em agosto; para danceterias não há data

13

Reabertura só vai ser possível caso a cidade tenha tido, nos últimos 14 dias, até 50 casos de coronavírus a cada 100 mil habitantes

Os bares e restaurantes de cidades com menos de 35 mil habitantes em Minas Gerais vão poder abrir as portas a partir de de agosto. Segundo informações do governo do Estado, o setor vai poder funcionar desde que a cidade tenha tido, nos últimos 14 dias, até 50 casos de coronavírus a cada 100 mil habitantes.

Minas Consciente 

Nesta quarta, o governador Romeu Zema anunciou a nova versão do programa Minas Consciente votada pelo Comitê Extraordinário da Covid-19. A partir de agora, as cidades vão se encaixar apenas em três ondas, a vermelha, amarela e Verde. Outra mudança se refere aos protocolos, que antes era necessário um protocolo para cada setor. Agora,  ficou determinado que vai haver um protocolo único. Agora, os municípios vão poder optar se querem aderir ao protocolo da macrorregião ou das microrregiões. (Itatiaia).

Já boates, danceterias e shows somente na onda vermelha e sem data de progressão. Na semana que vem, caso as micro de Lafaiete e Congonhas fiquem na “onda amarela”, a partir de 8 de agosto, bares e restaurantes poderão abrir para o consumo interno.

RESUMO

  • Bares e restaurantes de cidades com 35 mil habitantes vão poder abrir em agosto em MG
  • Reabertura só vai ser possível caso  a cidade tenha tido, nos últimos 14 dias, até 50 casos de coronavírus a cada 100 mil habitantes