fbpx
18.5 C
Conselheiro Lafaiete
quarta-feira, 28 outubro 2020
Início Política Lamim pode ficar sem candidato

Lamim pode ficar sem candidato

Uma guerra judicial teve início nesta semana, acirrando a disputa pela sucessão municipal em Lamim. Nesta sexta-feira (16), mais um capítulo dessa novela teve como protagonista a decisão do juiz Paulo Roberto da Silva da 87ª Zona Eleitoral. Ele deferiu parcialmente a representação por conduta vedada em face do atual prefeito, Marco Antônio Assis. A ação foi proposta pelos órgãos provisórios do Partido Liberal e do Partido Progressistas.

Vírus chega a Lamim e mulher é o primeiro caso de covid-19; "não há motivos  para pânico", diz prefeito - Correio de Minas
Justiça rejeita pedido para cassar registro de candidatura do prefeito de Lamim


Alegaram os representantes que o representado, na qualidade de prefeito, vem, desde maio, praticando condutas vedadas consistentes na cessão de bens do município para atividades em patrimônio privado, como “abertura de estradas, nivelamento, aterramento, retirada de entulhos/terras, dentre outros”, gerando desequilíbrio no pleito municipal que se avizinha, visto que o requerido é pretenso candidato.
Em sua decisão, o magistrado observa que a conduta vedada já foi cessada por determinação judicial, bem assim que o prefeito não é reincidente e entendeu razoável e suficiente como fator de reprovação da conduta a aplicação da multa no valor de cinco mil UFIR.
“A sanção contra o registro ou a eleição pressupõe a configuração, no presente caso, de abuso do poder político ou de autoridade. Tal pressuposto, mesmo não se exigindo da conduta a capacidade desequilibrar o quantitativo de sufrágio, deve se revestir de maior gravidade e deixar marcas capazes de alterar o resultado da eleição”, argumenta o juiz.

Leia Mais:

Lamim pode ficar sem candidato a prefeito e disputa foi parar nos tribunais

Mais lidas

Jovem médica e bebê morrem em parto

Com pesar comunicamos que faleceu na madrugada de ontem, 10/10, no hospital Bom Jesus em Congonhas, por complicações no parto, a...

Centenas de médicos de todo o mundo assinam uma declaração alertando que a Covid-19 “é a maior fraude de saúde do século 21”

Pedem o fim do clima de terror, irracionalidade, manipulação e mentiras ligadas ao“ maior golpe de saúde do século 21 ”