Polícia prende advogado com atuação em Lafaiete que aplicou golpes em clientes de quase R$190 mil

33
O delegado Daniel Gomes que comandou as investigações/REPRODUÇÃO

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, na manhã da última quarta-feira (18), um advogado da subseção de Barbacena, A.A.A.R.  pelos crimes de apropriação indébita, com causa de aumento de pena, por ter agido no exercício da profissão, e patrocínio infiel. Os crimes foram identificados após denúncia de dois dos clientes do suspeito, que teria ficado com os valores obtidos através de ganhos de causas.

Uma das vítimas requereu auxílio doença rural e ganhou a causa no valor de R$22.300,00, porém nunca foi informado sobre o recebimento da quantia e quando procurava o advogado, o mesmo apresentava respostas evasivas e argumentava demora no pagamento.

Outra vítima

Já a segunda vítima registrou Boletim de Ocorrência contra o mesmo suspeito, por uma ação contra o INSS realizada em 2015, em que teria ganhado o valor aproximado de R$60.000,00, que teria sido sacado pelo advogado e nunca foi repassado à vítima, sem nenhuma satisfação por parte do investigado. Além dessas duas vítimas, outros seis boletins mencionando o investigado foram registrados nas cidades de Alto Rio Doce e Senhora dos Remédios. Segundo o Delegado responsável pelo caso, Daniel Gomes, “assim que o advogado soube da investigação da Polícia Civil, procurou uma das vítimas para o pagamento de metade do valor devido, apenas em Conselheiro Lafaiete ele é suspeito de ter se apropriado de mais de R$82.000,00, se considerados os valores de todas as ocorrências, esse valor pode chegar a R$190.000.”

O advogado atua em Lafaiete e seria natural da cidade de Senhora dos Remédios.