Vereador Sandro José esclarece que remoção de veículos só é permitida quando estiver afixado na prancha de reboque

24

Ontem (28) a tarde, o Secretário Municipal de Defesa Social, Rolf Ferraz, reuniu-se com alguns vereadores para discutir os problemas e soluções para o trânsito de Lafaiete. Uma dos assuntos mais debatidos foi o guinchamento de carros, alvo de inúmeras reclamações e dúvidas de usuários.

O vereador Sandro José (PSDB)/CORREIO DE MINAS

O Vereador Sandro José (PSDB) voltou a orientar sobre os seus direitos dos condutores em caso de reboque. Ele relatou que há vários anos recebeu do então Comandante do do 31º Batalhão de Polícia, o Tenente Coronel PM Sérgio Henriques, um ofício sobre a situação de guinchamento já que as autoridades de trânsito endureceram a fiscalização na cidade. “Em atenção ao ofício de referência, esclareço a Vossa Senhoria que a remoção de veículos estacionados de forma irregular foi normatizada pela Polícia Militar de Minas Gerais através da Nota Técnica nº 0979.2/2014 da Diretoria de Meio Ambiente e Trânsito (DMAT). A Nota Técnica menciona que a remoção do veículo não deve ser aplicada se o condutor regularmente habilitado solucionar a causa da remoção antes que esta operação tenha sido iniciada no local dos fatos. O início da operação de remoção estará caracterizada quando o veículo estiver devidamente afixado sobre a prancha do reboque.
Assim, o condutor ou proprietário pode retirar o veículo irregularmente estacionado antes de iniciada a sua remoção pela autoridade de trânsito, mesmo que o guincho já tenha sido acionado. “O mais importante é que os cidadãos tenham conhecimento de seus direitos para saber se portar diante da situação”, disse o vereador Sandro.