13 de junho de 2024 13:10

No limite: Hospital e Maternidade São José opera com capacidade máxima e faz alerta

Lafaiete (MG) e região seguem em alerta máximo em função da capacidade instalada do sistema privado de saúde em função da escalada de mortes e contágio pela dengue. Ainda ontem (26) a Fundação Ouro Branco divulgou nota explicativa que, devido ao surto de dengue, chikungunya e zika que atinge todo o estado de Minas Gerais, a capacidade de atendimento das unidades atingiu níveis críticos, operando em seu limite máximo.

Nesta tarde, outra instituição privada, o Hospital e Maternidade São José, em Lafaiete, informou que diante do quadro de pandemia e crescente demanda por serviços está operando com sua capacidade limite de atendimento, o que memanda esforços extraordinários para manter a qualidade, mas que por outro lado, confirma o compromisso para garantir os atendimentos.

O cenário

Desde o início de janeiro, o Brasil já registrou 920.427 casos prováveis de dengue. O país contabiliza ainda 184 mortes confirmadas pela doença e 609 óbitos em investigação. O coeficiente de incidência da dengue no Brasil, neste momento, é de 453,3 casos para cada grupo de 100 mil habitantes. Os dados são do Painel de Monitoramento das Arboviroses, divulgados nesta terça-feira (27) pelo do Ministério da Saúde

Já no ranking dos estados, Minas Gerais lidera em número absoluto de casos prováveis (311.333). Em seguida aparecem São Paulo (161.397), Distrito Federal (98.169) e Paraná (94.361).

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade