13º vai injetar mais de R$ 15 milhões na economia de Lafaiete no Natal

15

Lafaietenova

Pagamento terá impacto positivo na economia local Diante de uma conjuntura econômica nacional que traz intranquilidade para o trabalhador da região, atingida pela onda do desemprego, o temor de muitos deles é pelo não recebimento do 13º salário.Buscando tranquilizar os servidores públicos municipais, o prefeito de Conselheiro Lafaiete, Ivar de Almeida Cerqueira Neto (PSB) afirmou que o pagamento será feito dentro do prazo permitido pela legislação.
Havia uma previsão para que o pagamento da primeira parcela do benefício fosse efetuado junto com os vencimentos de setembro. Porém, não foi possível a concretização como consequência do agravamento da crise econômica em âmbito nacional, que se refletiu na diminuição dos repasses de recursos estaduais e federais, como o Fundo de Participação dos Municípios. No entanto, o secretário municipal de Administração, José Célio Fonseca esclareceu que não há nenhum atraso, já que a prefeitura tem a opção de quitar o benefício em cota única até o dia 20 de dezembro, conforme determina a lei. “Estamos desde o início desta administração em dia com o pagamento do salário dos servidores e vamos quitar o 13º sem atraso”, afirmou.
Em defesa dos direitos do trabalhador, Dr. Ivar reassumiu compromisso de priorizar o ser humano. “Se não tivéssemos trabalhado com organização, planejamento e responsabilidade com o dinheiro público a situação estaria pior. Porque nós fizemos a nossa parte, mas, dependemos dos repasses do Estado e do Governo Federal; que em sua grande maioria não estão vindo. Quem trabalha precisa receber. O trabalhador precisar garantir o sustento de sua família”, afirmou o prefeito.
Impacto

A garantia do pagamento do 13º salário dos servidores da prefeitura tranquiliza os trabalhadores e traz também uma expectativa de aquecimento do comércio por parte dos lojistas, que sofrem com a queda das vendas diante do recuo de consumo.
Mais de R$ 15 milhões deverão ser pagos pela prefeitura de Lafaiete aos servidores num prazo de 40 dias contabilizando os salários de dezembro, o 13º e os salários de janeiro/2016.
“A prefeitura de Lafaiete é a maior empregadora da cidade. Tudo que é feito financeiramente lá, reflete em vários setores. Caso do 13º. Recebendo o benefício seguramente o funcionário investirá grande parte dele na própria cidade”, preconiza o secretário municipal de Administração, José Célio Fonseca da Cunha.fotos:arquivo