29 de maio de 2024 06:26

Sob aplausos, vereadores aprovaram redução de carga horária para cantineiras e auxiliares

Os vereadores de Lafaiete deixaram a sessão de ontem (28) sob os aplausos efusivos de dezenas de servidores públicos da educação quer lotaram o plenário. Depois de mais de uma década de luta, auxiliares de serviços da educação (ASE) e cantineiras conseguiram a vitória na redução de 36 horas para 30 horas na carga horária semanal. A aprovação já garante para 2020 a aplicação da lei.

Com projeto do executivo e aprovação da Câmara, cantineiras e auxiliares conquistaram redução da carga horária/REPRODUÇÃO

A conquista foi expressada quando ao final da reunião as profissionais abraçaram e agradeciam aos vereadores.

Ao tomar a palavra, o Vereador João Paulo Pé Quente (DEM) elogiou a garra das servidoras, mas criticou a pressão que o Sindicato dos Servidores Públicos exerceu sobre os vereadores. “Temos que agradecer o empenho dos vereadores que em menos de 30 dias apreciaram e votaram este projeto. Foi em recorde para atender a demanda legítima das servidoras. Bom que vocês não se deixaram se levar pelo sindicato que, em caso em não aprovação da lei, todos perderiam e inclusive os concursados iriam ficar sem a chance de serem convocados caso este projeto não fosse aprovado este ano. O sindicato pouco se interessou pela causa de vocês já que ele poderia ter acionado a Justiça para restabelecer este direito”, assinalou.

O Vereador Oswaldo Barbosa (PP) também não poupou a ação de bastidores do sindicato que agiria contrário aos interesses das cantineiras e ASE. “Aqui não pode ser palanque”, afirmou.

Sandro José (PSDB) elogiou a atuação vibrante da classe, fator determinante no sucesso da empreitada. “Temos que agradecer o empenho de todos vocês e mobilização junto a Câmara e junto ao prefeito para alcançar os objetivos”, destacou, observando que outras categorias também podem buscar seus direitos legítimos.

“É nossa obrigação elogiar a atuação de todos os vereadores na aprovação deste projeto cuja causa das cantineiras e auxiliares vêm desde a gestão do ex prefeito José Milton. Todo aqui se empenharam nesta vitória”, comentou. O Vereador Darcy da Barreira (SD) também saudou a aprovação do projeto que beneficia a categoria. Ao final, a pedido de Carlos Nem (PP), os vereadores ficaram de pé e aplaudiram as cantineiras e auxiliares de serviços da educação.

O projeto de redução da carga horária das profissionais foi enviado pelo Prefeito Mário Marcus (DEM) atendendo uma demanda histórica da categoria.

Leia mais:

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade