Advogado e cliente brigam e Polícia Militar é chamada para intervir

15

O advogado não teria aceitado o acordo já que a mulher não tinha dinheiro no momento para pagar o débito da entrada do processo e ambos começaram a se agredir verbalmente

Por volta das 15h30 desta segunda feira, 10, a Polícia Militar esteve na Av. Governador Magalhães Pinto, no Centro de Congonhas, para acalmar os ânimos de um homem e uma mulher de discutiam e se ofendiam.

A mulher foi quem chamou a polícia. Ela disse que foi ao escritória de advocacia situado no endereço já citado a fim de fazer um acordo comercial, em virtude de uma processo judicial. O advogado não teria aceitado o acordo já que a mulher não tinha dinheiro no momento para pagar o débito da entrada do processo.

A vítima relatou que o advogado a tratou de forma humilhante dizendo que “o devedor da causa não era ele”. A dupla começou a discutir sendo que a solicitante chamou o advogado de “bosta” e ele a chamou de “piranha”.

O homem disse a PM que orientou a solicitante a retornar ao escritório quando tivesse dinheiro para pagar o débito, a fim de solucionar o impasse, porém ela ficou exaltada e começou a discutir, vindo a chamá-lo de “bosta e viado” e ele revidou chamando-a de “piranha”.

As parte foram orientadas quanto a direito de representação e demais providências.

Fonte: Indicador Congonhas