Andarilhos Queluzianos cuja viola é o símbolo do grupo participa de desfile

13

Uma viola de Queluz autêntica fabricada pelo luthier José Robert, membro da família Meireles, deu origem a uma imagem que está estampada na logomarca do grupo Andarilhos Queluzianos. O adjetivo Queluzianos é uma reverência não só a nossa cidade como também às violas de Queluz. Sobre o braço da viola, estão figuras de caminhantes, andarilhos. Foi assim que os fundadores do grupo pensaram: um grupo de andarilhos a percorrerem as terras de Minas Gerais, mais especificamente, as regiões circunvizinhas a Conselheiro Lafaiete, difundindo o nome de nossa cidade através da própria logomarca e das bandeiras do grupo e da própria cidade.
Também é importante saber que o grupo foi criado por um grupo de amigos não somente com o espírito aventureiro e esportivo. Desde sua primeira caminhada, a filantropia já se fazia presente através de doações e, até hoje, este objetivo é levado em conta em todas as ações do grupo. Através das caminhadas, o grupo leva a solidariedade através de doações feitas a várias entidades filantrópicas das cidades visitadas. Ao mesmo tempo em que são feitas as caminhadas e praticada a filantropia, o grupo pretende conhecer mais sobre a nossa região, as cidades e suas populações bem como suas histórias e o meio ambiente.
Voltando a falar sobre a nossa logomarca e sua origem, foi com muita satisfação que o grupo Andarilhos Queluzianos recebeu um convite das Secretarias Municipais de Cultura e Educação para participar do Desfile Cívico de 7 de Setembro. Foi uma honra para o grupo poder participar de um evento de tal magnitude e mostrar como Conselheiro Lafaiete está presente no coração de cada integrante e como também reverenciamos as Violas de Queluz, símbolo da cidade e tema do desfile este ano.
Desde o dia do convite até o dia do desfile, os integrantes do grupo passaram a planejar a forma de sua participação. A adesão dos membros do grupo foi maciça de tal forma que 80 Andarilhos Queluzianos se apresentaram no desfile.
Cartazes, bandeiras e banners foram fixadas a dois veículos, sendo um deles, o nosso inseparável TR4, dirigido pelo Nonato e que está sempre presente nas caminhadas dando o apoio aos caminhantes, levando água e conforto a todos.
A emoção, no dia do desfile, estava estampada em cada rosto. Todos vestidos com a camisa oficial do grupo e calça jeans além do boné personalizado. Muitos se apresentaram para o desfile com bastante antecedência no prédio onde funciona o escritório do corretor e Andarilho Queluziano Antônio Noronha. Ali, outrora, funcionou a famosa pizzaria Tijolinho. Desta forma, ficamos bem confortáveis aguardando o momento de nossa descida pela Avenida Telésforo Cândido de Resende.
Chegado o momento da nossa participação, começamos a descer a avenida precedidos por duas motos devidamente caracterizadas com faixas e cartazes do grupo. Ambas eram pilotadas por dois Andarilhos Queluzianos. Mais atrás, um caminhão, do nosso amigo José Celso, também devidamente caracterizado como as motos e levando também, em banners, informações de ações filantrópicas do grupo. Na sequência, mais cartazes e banners mostravam o nome do grupo, da nossa cidade além de dois integrantes que portavam as bandeiras da cidade e do grupo Andarilhos Queluzianos. A formação do grupo de 80 andarilhos seguia firme. Fechando o grupo, o Mitsubishi TR4 do Nonato logicamente paramentado conforme o caminhão e as motos.
Chegando em frente ao palanque das autoridades, o grupo parou para receber as homenagens. Nosso presidente, Mário Lúcio Caetano, foi convidado a subir ao palanque para receber o diploma de participação dos Andarilhos Queluzianos no Desfile Cívico de 7 de Setembro.
Assim, terminou o nosso desfile mas iria começar a nossa planejada confraternização junto com familiares. Juntos, nos deslocamos para o Clube Recreativo Dom Pedro II onde, felizes e honrados com a participação no desfile cívico, comemoramos aquela inesquecível data.
Agradecemos aqui, solenemente, aos Secretários Municipais de Cultura e Educação Geraldo Lafaiete e Moisés Matias e ao prefeito Mário Marcos pela oportunidade de nossa participação no desfile. Agradecemos também ao presidente do Clube Recreativo Dom Pedro II, Milton Soares, pelo carinho e consideração com que nos recebeu no clube. Agradecemos a cada Andarilho Queluziano pelo comparecimento ao evento e comprometimento com os ideais do grupo. Agradecemos aos familiares de cada participante do grupo por terem prestigiado o evento e a participação dos Andarilhos Queluzianos.
Parabenizamos aos nossos representantes políticos e a cada um colaborador pela beleza e organização deste inesquecível Desfile Cívico de 7 de Setembro.

Crédito: Mauro Dutra

Texto: Laércio Amaral