Andarilhos Queluzianos no circuito do artesanato

21

LAÉRCIO REZENDE AMARAL – ANDARILHO QUELUZIANO

Aniversariantes do mês

Madrugada fria no último dia de abril. Bem cedo, já estávamos a caminho de uma das mais belas regiões de Minas Gerais. Nosso destino era Coronel Xavier Chaves. Descemos no centro da cidade, na praça onde situa-se a Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Uma belíssima igreja toda construída sobre pedras. Um belo cenário onde não poderíamos deixar de registrar nossa foto oficial da caminhada.

Em seguida, partimos rumo a turística cidade de Resende Costa, muito famosa pelo seu artesanato têxtil. O trajeto, totalmente em estrada de terra – há opção por asfalto – totaliza 15,6 Km e foi percorrido numa média de 2 horas e meia por um grupo de 54 participantes desta vez.

Ao longo da estrada, muitos sítios e fazendas demonstrando que a atividade agrícola ali é bem praticada e muita área de vegetação nativa dando-nos uma gostosa sensação de frescor e sombras e isto nos ajudou muitíssimo. Apesar da temperatura não estar tão alta, nosso grupo contou com o apoio de um ônibus e dois carros que além de terem a função de recolher algum amigo mais cansado também distribuíam água aos sedentos e valentes Andarilhos Queluzianos.

CAMINHADA 01
Caminhada

A estrada estava com o piso macio e sem poeiras devido às chuvas dos dias anteriores. Pássaros de várias espécies sobrevoavam sobre nossas cabeças ou posavam suas belezas conjuntamente com as flores das árvores. Tudo belo demais. A região é recortada por rios e riachos que serpenteiam e dão mais vida ao ambiente local. Tantas coisas belas a ver, fotografar e sentir que não nos dávamos conta de que o tempo passava tão rapidamente.

De repente, chegamos ao destino: Resende Costa. Linda, pequena mas movimentada pelos inúmeros turistas que disputam cada loja em busca do famoso, rico e qualitativo comércio de artesanato têxtil. Em um instante já estávamos no interior da churrascaria Ramona. Ambiente grande, gostoso e aconchegante que oferece uma farta e variada comida incluindo carnes exóticas que muitos de nós ainda não havíamos experimentado como a carne de jacaré, javali e capivara. Ao todo, nos foram oferecidos 8 tipos de carnes. Comemos e bebemos sem remorso algum, afinal de contas havíamos levantado cedo e a caminhada potencializa a fome e a sede.

Durante a confraternização, foi possível a todos parabenizar os aniversariantes do mês: José Silvestre, Siffert e Zulmair. Também foi possível aproveitar o momento para recebermos, com honra, a admissão de três novos companheiros: Raimundo Nonato Nascimento, Fernando Luiz Reis Santana e Luiz Flávio Vilella.

Confraternização
Confraternização

Assim, fechamos mais um mês com um evento de sucesso que nos permitiu desfrutar e conhecer melhor a nossa bela região. Ainda não sabemos qual o novo destino mas temos muitas sugestões que, com certeza, irão nos proporcionar mais momentos de alegria com este grupo que tão bem nos faz à alma.

Aproveitamos a oportunidade para divulgar, desde já, que a nossa 5ª Feijoada Filantrópica já está sendo planejada. Os convites já estão à venda e podem ser adquiridos ao preço de R$ 20,00 por pessoa com os integrantes do grupo. O evento, como os anteriores, será na Praça de Eventos do Clube Recreativo Dom Pedro II, dia 5 de junho no horário de 12h00 às 15h00. Corram todos pois a procura pelos convites está sendo intensa. Vamos ajudar a melhorar a vida de quem precisa.

Não podemos esquecer de dizer que o livro AVENIDA FURTADO – No tempo do brilho dos paralelepípedos, de autoria de nosso amigo e também Andarilho Queluziano, Reuber Antoniazzi está com o seu lançamento marcado para o dia 07 de maio de 2016 às 19h00, no salão de festas da Loja Maçônica Estrela de Queluz. Livro excelente, de leitura fácil e descontraída falando sobre a história e casos da avenida e de seus moradores. Não percam.

Até breve.