Após causar prejuízo de mais de R$ 200 mil a fazendeiro, Polícia Civil recupera duas cabeças de gado avaliadas em R$ 10 mil; 3 autores são presos

19
Gado foi recuperado e autores foram presos/DIVULGAÇÃO

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, na última sexta-feira (23), três suspeitos de furtar gado na região de Buarque Macedo. Foram recuperadas ainda as duas cabeças de gado Nelore, avaliadas em aproximadamente R$ 10 mil reais.

No início da semana três indivíduos teriam se deslocado em um caminhão até a localidade de Buarque de Macedo, zona rural de Conselheiro Lafaiete, onde arrombaram a porteira da fazenda da vítima e confinaram cerca de 60 animais para serem subtraídos.

Contudo, no decorrer da ação criminosa o caminhão dos suspeitos atolou devido às fortes chuvas e na pressa em empreender fuga do local, acabaram levando apenas dois gados. Os investigados deixaram no local dois cavalos utilizados para embarcar o gado e pretendiam retornar posteriormente para furtar o restante dos animais, causando um prejuízo aproximado de R$ 200 mil reais à vítima.

Delegado Daniel Gomes comandou as investigações/Arquivo

Após investigações, a equipe policial identificou e localizou os suspeitos pelo furto e pela receptação do gado. Os três envolvidos foram localizados na região de Pedra do Sino, na cidade de Carandaí e foram conduzidos à Unidade Policial onde confessaram o crime. Os animais foram recuperados em poder do suspeito de receptação que afirmou que abateria o gado para a venda.

De acordo com o Delegado responsável pelo caso, Daniel Gomes de Oliveira, é importante o combate a este tipo de furto que vem crescendo muito na região e causando grandes prejuízos aos produtores rurais. A investigação segue no intuito de localizar o destino de outros gados furtados na região.