Após denúncia, PM prende 4 autores de roubo a mão armada

10
Material apreendido pela PM/Divulgação

Material apreendido pela PM/Divulgação

Às 22h05min de ontem, dia 04 de setembro, Policiais Militares compareceram a Rua Izidoro Cardoso, Bairro Queluz, em averiguação às informações (via 190) sobre quatro indivíduos suspeitos que teriam chegado ao local em um veículo GM Astra de cor vermelha. Assim, ao localizarem o veículo, os Policiais Militares perceberam que havia somente um indivíduo em seu interior, o qual foi abordado (18 anos). No automóvel foi encontrado, embaixo do banco do motorista, uma arma de fogo (polveira). Questionado, o abordado assumiu a sua posse e relatou também que ele, juntamente com outros três indivíduos, planejaram praticar o roubo de aparelhos celulares, sendo combinado que ele aguardaria no veículo enquanto os outros ocupantes iriam procurar por vítimas, cometer o ilícito e retornariam para o veículo de fuga. Durante a abordagem, os Policiais Militares foram informados sobre uma ocorrência de tentativa de roubo em que vítima (homem, 34 anos) relatou ter sido abordado por três cidadãos que trajavam blusa de frio com capuz.

Com indícios de possivelmente tratar-se dos mesmos autores, os Policiais Militares intensificaram o rastreamento e localizaram os três meliantes na Rua Amazonas, próximo a Igreja São João. Abordados, eles assumiram a autoria do roubo tentado e informaram que utilizaram um simulacro para a prática do crime, o qual havia sido escondido em uma caçamba de lixo na Rua dos Vicentinos. Em averiguação, o simulacro foi encontrado e apreendido. Os três autores foram apresentados à vítima que prontamente reconheceu todos. Na residência do autor (19 anos), devidamente autorizados, os Policiais Militares localizaram e apreenderam uma espoleta de brinquedo que se encaixava perfeitamente no simulacro apreendido, 01 (um) “eppendorf” contendo substância análoga a cocaína e uma máscara branca. Assim, ao autor (18 anos) foi dada voz de prisão pelos crimes de roubo tentado, porte ilegal de arma de fogo, formação de quadrilha e corrupção de menores. Ao autor (19 anos) foi dada voz de prisão pelos crimes de roubo tentado, formação de quadrilha, corrupção de menores e uso e consumo de drogas. Aos menores (17 e 16 anos) foi dada voz de apreensão pelos crimes de roubo tentado e formação de quadrilha. Todos foram encaminhados à Delegacia de Polícia, sendo os menores (16 e 17 anos) acompanhados de representantes legais. O veículo GM Astra foi apreendido e removido ao pátio credenciado.