fbpx
4.2 C
Conselheiro Lafaiete
sábado, 31 julho 2021
InícioEconomiaBolsa Família 2021: mudança deve aumentar benefício para R$300

Bolsa Família 2021: mudança deve aumentar benefício para R$300

O Governo Federal vai reformular o Bolsa Família enquanto o auxílio emergencial está sendo pago aos seus inscritos. O Ministério da Cidadania está trabalhando para fazer grandes mudanças no programa social, que deve ser relançado em agosto, com um novo valor, R$ 300.

Além dessa mudança, o novo programa deve atender um número maior de famílias, ter entrada na faixa mínima de R$ 100 e cadastramento em um aplicativo.

Novo Bolsa Família

Desde 2020, o Governo vem estudando readaptar o Bolsa Família, com a implementação do Renda Brasil e Renda Cidadã. No entanto, ambas as propostas não saíram do papel por falta de engajamento.

Diante disso, a União optou em reformular o atual programa social, com a adaptação de uma série de mudanças, já divulgadas pelo presidente da república, Jair Bolsonaro. O novo programa deve ser liberado entre agosto a setembro.

Dentre as novas condições do programa, o Governo pretende implementar:

  • Valor do auxílio-creche mensal para cada criança seria de R$ 52,00;
  • Bônus anual para o melhor aluno de R$ 200,00;
  • Bolsa mensal de R$ 100,00, mais um prêmio anual de estudante científico e técnico de destaque de R$ 1.000,00;
  • Renovação nas regras de entrada e saída do programa;
  • Atualização nos critérios mínimos de renda para inclusão no projeto.

Cadastramento virtual

Outra novidade que deve ser inclusa na lista de mudanças do Bolsa Família, diz respeito ao processo de candidatura ao programa. As famílias não vão precisar realizar os seus cadastros nos centros de atendimento sociais de suas cidades, mas apenas, utilizar um aplicativo para efetivá-lo.

A plataforma já está sendo desenvolvida pela equipe da Cidadania e deverá ser implementada assim que o novo programa for lançado. A intenção é que os interessados preencham um formulário digital informando os dados pessoais.

Documentos necessários para cadastro Bolsa Família 2021

  • Certidão de nascimento;
  • Carteira de identidade;
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de eleitor;
  • Comprovante de residência;
  • Para os dependentes: certidão de nascimento e RG.

Após informar o que se pede no formulário, a solicitação passará por uma análise realizada pela Dataprev e pelo Ministério da Cidadania para analisar a elegibilidade da família para conceder o benefício.

Quem tem direito ao Bolsa Família em 2021

  • Famílias em situação de extrema pobreza com renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa;
  • Famílias em situação de pobreza com renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178,00 por pessoa; e
  • Famílias em situação de vulnerabilidade composta por gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

Mais lidas