Comerciária que trabalhou no comércio de Lafaiete é presa por tráfico de drogas

19
Laís Cristiane Alves trabalhou em loja de roupas na Avenida/Reprodução
Laís Cristiane Alves trabalhou em loja de roupas na Avenida/Reprodução

Os policiais civis de Belo Oriente, em continuidade à operação Erga Omnes realizada na última quinta-feira (26), prenderam na sexta-feira (27) Laís Cristiane Alves, de 26 anos. Ela é acusada de tráfico de drogas ilícitas e é esposa de Roberto de Oliveira Ferreira, 35 anos, o “Betão”, preso desde o mês de julho do ano passado, como informou a Polícia Civil ao Diário do Aço. A acusada trabalhou durante vários anos no comércio de Lafaiete e é natural de Ipatinga.

A investigação dos policiais civis, comandada pelo delegado Gustavo Cecílio, apontou que Laís assumiu o comando do tráfico no distrito de Perpétuo Socorro (Cachoeira Escura), em Belo Oriente. No último dia 18 de junho, a Polícia Militar prendeu Wesley Ramos da Silva, o “Lindo-Lindo”, de 29 anos, que estava com drogas. Este material entorpecente, segundo as apurações da PC, seria da jovem investigada e que se encontrava na companhia do preso na ocasião. Laís foi indiciada por tráfico de entorpecentes e teve a prisão decretada pela Justiça da Comarca de Açucena. Ela estaria no comando da “boca” desde a prisão do marido, recolhido na Penitenciária Francisco Floriano de Paula, em Governado Valadares, pelos crimes de roubo e tráfico de drogas. Os investigadores Romero e Marcelo realizaram a captura da acusada, encaminhando-a para Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) de Ipatinga.

Fonte: Diário do Aço