Comissão de vereadores vai apurar irregularidades em obra em centro de convivência

5
Ainda não se sabe quando terminará a obra do centro de convencia que atende mais de 30 alunos especiais/CORREIO DE MINAS

Após denúncias de má qualidade nos serviços prestados por uma empreiteira, uma comissão de vereadores vai visitar manha, dia 24, pela manhã, o centro de convivência para adultos especiais, situado no bairro Museu. Mais de 30 alunos aguardam a reforma para iniciar o ano letivo.

Ainda não se sabe quando terminará a obra do centro de convencia que atende mais de 30 alunos especiais/CORREIO DE MINAS

O vereador Pedro Américo (PT) usou a tribuna para criticar o serviço e questionou a execução do projeto. “A empreiteira retirou o material da cobertura e está substituindo por um bem pior. E ainda levaram todos caibros e telhas que estavam lá e que podiam ser aproveitados pela prefeitura. Temos que ficar de olho nesta obra”, cobrou.  O vereador João Paulo Pé Quente (DEM) também solicitou uma investigação minuciosa na reforma.

Histórico

Hoje, dia 23, uma comissão de pais esteve no centro e averiguaram que o madeirame colocado pela empreiteira é baixa qualidade e que muitos caibros estão empenados.

Na terça feira, dia 21, o secretário de obras, Paulo Ênio, esteve no local,  a pedido da comissão, e interrompeu a obra, mas no dia seguinte a empreiteira retomou  a reforma comprometendo qualidade na execução do projeto. Em janeiro um temporal destruiu o telhado do centro de convivência e pais e responsáveis cobram conclusão das obras.