Congonhas volta a brilhar no Pan Americano de Jiu-Jitsu e conquista 4 ouros

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Congonhas volta a brilhar no Pan Americano de Jiu-Jitsu e conquista 4 ouros/Divulgação

Os seis atletas congonhenses que participaram do Campeonato Pan Americano de Jiu-Jitsu Profissional 2017, no último sábado, 29, se destacaram em suas categorias, sendo que conquistaram quarto medalhas de ouro. A competição foi realizada no Ginásio Poliesportivo Tancredo de Almeida Neves (TANCREDÃO), em Vitória-ES. A realização do torneio é da Confederação Brasileira de Lutas Profissionais (CBLP) juntamente com o canal de TV X-COMBAT TV NEWS. A Competição contou com o apoio das multinacionais SHELL, VOLKSWAGEN e os canais de TV BAND e BAND SPORTS, como da Prefeitura de Vitória.

A Prefeitura de Congonhas é parceira dos atletas da cidade e ofereceu a eles uma van da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) para a locomoção até o Espirito Santo.

Confira a colocação dos congonhenses:

Marcus Vinicius Castro Miranda, “Maroca”- Faixa roxa: 4 categorias, 3 medalhas –

1° lugar na categoria Super Pesado NO-GI (Jiu-Jitsu sem kimono disputado somente com bermuda e camisa elástica) categoria disputada de 91,0 kg a 97,0 kg.

3° lugar na categoria Absoluto NO-GI (categoria disputada sem divisão por peso e sem kimono).

3° lugar na Categoria Peso Pesado na GI (categoria disputada com kimono de 88,300kg a 94,300 kg).

 

Mark Lenon França Pereira – Faixa preta: 2 categorias, 2 medalhas –

1° lugar na categoria Super Pesado GI (categoria disputada de kimono de 94,300kg até 100,5 kg).

3° lugar na categoria Absoluto (categoria sem limite de peso).

Renan Brito Prexedes- Faixa roxa: 4 categorias, 2 medalhas –

3° lugar na categoria Absoluto GI (categoria disputada de kimono sem limite de peso).

2° lugar na categoria Médio NO-GI (categoria disputada sem kimono de 76,0kg ate 82,3 kg).

Jefferson William de Paula – Faixa roxa: 2 categorias, 2 medalhas e um cinturão –

1° lugar na categoria Super Pesado GI ( categoria com kimono de 94,3kg até 100,5 kg).

1° lugar na categoria Absoluto Gi ( categoria com kimono sem limite de peso).

 

Halhan Reginaldo Elias – Faixa azul: 2 categorias –

4° lugar na categoria Meio Pesado (categoria de kimono de 76,0 kg ate 82,3 kg).

4° lugar na categoria Absoluto (categoria de kimono sem limite de peso).

Marcos Hermógenes Miranda – Faixa branca: 1 categoria, 1 medalha.

1° lugar na categoria Sênior 3 Meio Pesado (categoria de kimono de 76,0 kg ate 82,3 kg/de 46 anos de idade a 50 anos).

Marcus Vinícius, que acaba de se graduar na faixa roxa, acumulava três bronzes em edições anteriores e viu o brilho do ouro pela primeira vez na cidade que possui um nome inspirador para qualquer competidor. “A gente vai adquirindo experiência. Viajamos na sexta-feira, chegamos e pudemos descansar para a disputa do dia seguinte. Agradecemos à Prefeitura de Congonhas, que através da Secretaria de Esporte e Lazer nos proporcionou o transporte. Conseguimos levar seis competidores da cidade, triplicando o número em relação ao ano passado, quando BH sediou o Pan. Isso em função do que o mestre Mark Leno tem feito em sua academia”, comemora.

Por ser um torneio de nível profissional, o Pan Americano possui altas taxas pra inscrição. “Para conseguir esse valor e o da hospedagem, nós atletas fizemos uma ação entre amigos, criamos rifas com prêmios que foram doados pela academia Impactus, cujos alunos adquiriram também vários bilhetes, pela loja Sparta Suplementos, e por minha mãe, que é revendedora de cosméticos e nos passou um kit. Os assessores do vereador Lucas Bob nos ajudaram a vender estas rifas. Agradecemos a todos”, conta.

A categoria Absoluto distribui premiação em dinheiro, cinturão mais medalha de 24 kilates. Esta é disputada sem limites de peso. Os atletas congonhenses se classificaram e escolheram Jefferson William de Paula para representar a equipe nas finais, para evitar que lutassem entre si, e o escolhido conquistou pela segunda vez o cinturão Pan Americano.

Somando-se todos os Pan Americanos que disputou, Congonhas detém 3 cinturões, sendo 2 conquistados pelo atleta Jefferson Willian em 2014 na faixa azul e 2017 na faixa roxa e pelo atleta Mark Lenon, faixa marrom, em 2016. Atualmente ele é faixa preta. Estes pertencem à Academia de Jiu-Jitsu He-Man Team Congonhas, comandada pelo mestre Mark Lenon, já faixa preta, filial da He-Man Team, de Belo Horizonte, comandada pelo mestre Mauro Celso, faixa preta.

Além de Mark Lenon, os quatro alunos Marcus Vinícius, Renan, Jefferson e Marcos pertencem à Academia de Jiu Jitsu He-Man Team Congonhas, e um – Halhan Reginaldo Elias à equipe Capivara Team Halhan atleta, do professor Nelson.

Pela soma o atleta Marcus V. detém:

1 medalha de bronze na faixa azul em 2015

1 medalha de bronze na faixa azul em 2016

1 medalha de ouro e 2 bronzes lugares na faixa roxa em 2017

Jefferson Willian

2 medalhas de ouro e 1 cinturão na faixa azul em 2014

2 medalhas de ouro e 1 cinturão na faixa roxa em 2017

Mark lennon

1 medalha de ouro e um bronze na faixa roxa em 2014

3 medalhas de ouros e 1 prata e um cinturão na faixa marrom em 2016

1 medalhas de ouro e um bronze na faixa preta em 2017

Renan Brito Prexedes

1 medalha de bronze na faixa azul em 2016

1 medalha de prata e 1 bronze na faixa roxa em 2017

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
FacebooktwitterFacebooktwitter

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *