Congonhense conduzirá Tocha Olímpica no revezamento das Olimpíadas Rio 2016

11

Lucas fará o percurso de 200 metros com a Tocha Olímpica, na cidade de Itabirito, no dia 13 de maio, horário ainda a confirmar

46e13450d04a57274ef2200914e87c70
Lucas Rodrigues

O ano olímpico começou e diversos municípios brasileiros começam a se movimentar. Os jogos serão somente no Rio de Janeiro – com exceção do futebol, porém centenas de cidades estarão envolvidas, devido à passagem do tour da tocha. Serão cerca de 90 dias de revezamento e a Tocha passará por mais de 300 cidades do Brasil.

Entre os condutores está Lucas Rodrigues (20), filho de Marlene da Conceição Carolino e Giovanni Cassio Rodrigues, apesar de ter sido criado em Capela Nova, o jovem é nascido em Congonhas e será o novo orgulho de sua terra natal.

Lucas foi selecionado através de um programa na empresa Gerdau, onde os colaboradores da usina de Ouro Branco iriam passar por uma pré seleção para potenciais condutores da tocha, os mesmos deveriam enviar um texto contando a sua relação com o esporte e porque o tal deveria ser escolhido como o condutor. Foram mais 3.800 (três mil e oitocentas) inscrições.

Em entrevista com Lucas, ele nos conta o motivo de ser o escolhido e o que levou ele a participar da pré seleção. Uma linda história de superação e sucesso, confira:

“Desde criança sempre fui apaixonado pelo esporte, futebol, atletismo, natação e sempre praticante de atividades físicas. Infelizmente ainda criança tive um grave problema na perna, onde me afastou de todas as modalidades, impedindo assim a possibilidade de andar por um longo período. Comecei uma série de exames, cirurgias e tratamentos, onde não desisti nunca dos meus sonhos, e o que me dava mais força pra continuar era a vontade de voltar a praticar os esportes, médicos choravam ao ver a minha situação e falavam que haviam a possibilidade de eu não voltar a andar, fiquei triste, mas eis que surge uma melhora nos procedimentos e começo a fazer fisioterapia, até então fui então recomendado a caminhar, devido a perca de flexibilidade tive que ganha-la novamente, ao caminhar via meus amigos jogando vôlei, futebol, ficava triste, mas isso só me incentivava ainda mais a vencer este obstáculo e torcer pra estar junto a eles o mais rápido possível. Em fim, anos se passaram e lá estava eu novamente, de volta as quadras, as pistas de corridas, a natação, ganhei algumas medalhas, e hoje me sinto realizado, sabendo que superei, e venci.”

Lucas atraiu os olhares dos fiscais, e foi escolhido, dias depois assinou o contrato com o COI (Comitê Olímpico Internacional) e com o Comitê Rio 2016.

Lucas fará o percurso de 200 metros com a Tocha Olímpica, na cidade de Itabirito, no dia 13 de maio, horário ainda a confirmar.

Fonte: Capela News

Foto:Reprodução