Contestada e criticada pela má qualidade, Viação Presidente pede aumento de 35% na passagem saltando de R$2,90 para R$3,82

12
Vergonha: usuários se expõem ao perigo coma abrigos no meio do mato em Lafaiete/Divulgação
Vergonha: usuários se expõem ao perigo coma abrigos no meio do mato em Lafaiete/Divulgação

Prestando um serviço de baixa qualidade e alvo de críticas incessantes, a Viação Presidente já solicitou oficialmente ao Conselho Municipal de Transporte e Trânsito (CMTT), que é composto por representantes da Prefeitura de Lafaiete, de entidade e de usuários do transporte público, o pedido de aumento de R$2,90 para R$ 3,82. A notícia foi publicada pelo jornal Correio.

O aumento solicitado chega ao índice de 35%, 4 vezes o valor da inflação em 2016.

Após passar pelo crivo do Conselho, cujos integrantes devem aprovar o aumento, porém em um valor bem menor, algo em torno de R$3,20 a R$3,30, uma audiência discute a reivindicação da empresa.

A pressa é tamanha que a audiência já foi até convocada pelo Conselho, para o próximo dia 24, às 19:00 horas. A Viação Presidente será muito contestada pelos serviços prestados.

Na semana que vem o Conselho vai protocolar o pedido de aumento na Câmara e na prefeitura.

De resto, o aumento vai a sanção do prefeito Mário Marcus e deve vigora a partir de 1º de maio.

Atrasos, rotas alteradas, falta de educação de motoristas e cobradores são reclamações constantes/Reprodução

O último aumento passou a valer no dia 18 de abril do ano passando quando a passagem passou de R$2,60 a R$2,90, um amento em torno de 12%.

Na Câmara

Neste ano, a Câmara analisa o pedido de meia passagem em audiência solicitada pelo vereador João Paulo. O vereador Fernando Bandeira (PSB) irritado com os serviços prestados comparou os ônibus a carroças e até chegou a pedir que a empresa deixe Lafaiete.

Já a vereadora Carla Sassi (PSB) apresentou um relatório quando no final do ano passado ela percorreu de ônibus diversos trajetos para avaliar o serviço. Entre as críticas está o abandono dos pontos de ônibus.