Corpo de Bombeiros vai vistoriar Campo Botafogo e rodada da Super Copa Varzeana é suspensa

13

 

Marcos Rodrigues Dutra
Jovem Marcos Rodrigues morreu após partida de futebol/Foto:Álbum de família

Cinco dias após o assassinato de Marcos Rodrigues Dutra, de 21 anos, o Corpo de Bombeiros vai vistoriar o Campo do Botafogo, no bairro Sion. A informação foi repassada a nossa reportagem pelo Capitão Ronaldo Rosa de Lima, Comandante 2ª Cia BM. A vistoria é o desdobramento do assassinato cruel que vitimou o jovem, após uma partida de futebol, ocorrida na tarde do último domingo, dia 17. A intenção é conhecer as condições de segurança do estádio para receber jogos. “Nossa missão é fiscalizar para proteger a vida humana”, assegurou o Capitão. A vistoria pode sugerir adequações, advertência e multa e até mesmo interdição.

Segundo Ronaldo, federação mineira exige o Auto de Vistoria Corpo de Bombeiros (AVCB) como condicionante para receber jogos profissionais. “O que a gente sabe é que em Lafaiete nenhum campo ou estádio tem o AVCB. Tanto que o Itaúna/Guarani recebe sediar seus jogos em outras cidades, já que Lafaiete não tem estádios com a prevenção de incêndio e pânico”, comentou. Outros campos e estádios podem passar também por vistorias.

No dia do jogo não havia nenhum policial ou mesmo segurança. O Tenente Alves, da Assessoria Organizacional da 31º Batalhão de Polícia, confirmou que não foi requisitada a presença policial no local do jogo, mas assegurou que no Bairro a Polícia Militar fazia a segurança de praxe.

Super Copa Varzeana

Capitão Ronaldo: Bombeiros estão atentos a situação dos estádios/Foto:Reprodução
Capitão Ronaldo: Bombeiros estão atentos a situação dos estádios/Foto:Reprodução

No dia da morte de Marcos acontecia um jogo válido pela primeira rodada Super Copa Varzeana. Após a partida, quando Rochedo venceu a partida por 5 a 3, A.S.B., vulgo Dudu, acertou uma facada na vítima que veio falecer no Hospital e Maternidade São José. A briga teria sido motivada por um outro jogador que fora chamado de “macaco” pelo autor durante o decorrer da partida. Os fatos aconteceram fora dos gramados.

Como explicou Abraão Tavares, organizador da competição que já está na 14ª edição, o juiz encerrou a partida 5 minutos antes do final da partida, já antevendo certo clima de confusão armada. “Não houve tumulto generalizado. O que houve foi uma briga entre dois rapazes, isto é um torcedor e um jogador. Um terceiro elemento, que foi a vítima, também jogador, entrou nesta disputa e levou uma facada”, informou Tavares.

Ele adiantou a nossa reportagem que a rodada deste domingo, dia 24, foi suspensa devido aos incidentes. Abraão disse que na segunda feira, dia 25, acontecerá uma reunião com as direções dos clubes para definir medidas de seguranças na Super Copa Varzeana.