fbpx
4.2 C
Conselheiro Lafaiete
sábado, 31 julho 2021
InícioCovid-19Covid: Pacientes finalizam tratamento em casa para liberar leitos em Congonhas

Covid: Pacientes finalizam tratamento em casa para liberar leitos em Congonhas

As vítimas da doença, conforme a prefeitura, passam a ser acompanhadas por médicos e enfermeiros em domicílio até a alta definitiva

A Prefeitura de Congonhas, na região Central de Minas, tem adotado uma estratégia para liberar vagas de enfermaria dos hospitais do município durante a pandemia da Covid. Os pacientes com a doença ou com suspeita de infecção do vírus são levados para casa para conclusão do tratamento fora da unidade hospitalar

Em domicílio, as vítimas da Covid recebem visitas de uma equipe de Atenção Primária à Saúde, formada por médica, enfermeira, fisioterapeuta e técnica de enfermagem, para acompanhamento do tratamento até a alta definitiva. O programa foi batizado de “Alta Responsável Covid-19”, e está em vigor desde março.

De acordo com a prefeitura, para que o paciente possa ser admitido no programa é necessário apresentar melhora progressiva em seu quadro clínico. “A partir do momento que se identifica essa melhora, os plantonistas dos hospitais fazem contato com a equipe e discutem os casos na busca de viabilizar a transferência para o domicílio”, explicou o executivo.

Além disso, a família também deve aceitar que o paciente tenha seu tratamento continuado em casa e garantir que tem condições de recebê-lo no domicílio, já que o procedimento adotado não é compulsório. “Após analisados os dados do paciente, a equipe providencia transporte em ambulância e todos os cuidados necessários, já que pessoas em tratamento têm demandas específicas”, esclareceu a prefeitura.

Depois da desospitalização e transporte para domicílio, a equipe passa a visitar os pacientes diariamente para acompanhar a evolução do quadro de saúde. Dependendo do caso, a equipe faz mais visitas ao longo do dia. “Além de monitorar o paciente, os técnicos realizam as medicações necessárias, fazem sessões de fisioterapia, motora e respiratória, e também colhem material para exames laboratoriais, quando necessário. A alta médica ocorre quando o paciente se encontra plenamente recuperado”, garantiu o executivo.

Médica da equipe de Atenção Primária à Saúde, Janaína Jubé Uhlein avaliou que o paciente internado em domicílio apresenta melhora consideravelmente mais rápida em casa, pois o conforto e a rotina doméstica são aliados na recuperação. “Este programa ressalta a humanização no tratamento contra a Covid-19”, enfatizou.

Em Congonhas, o Hospital Bom Jesus possui 11 leitos de enfermaria para tratamento de infectados com o novo coronavírus. A equipe do programa Alta Responsável Covid-19 já atendeu a 36 pacientes desde a implantação, sendo que, no momento mais crítico da pandemia este ano na cidade, foram atendidas sete pessoas simultaneamente. Alguns pacientes de Congonhas internados em Ouro Branco e Barbacena também foram conduzidos de volta para a cidade e acompanhados pelo programa.

Ainda segundo dados da equipe, todos os pacientes tratados evoluíram para alta médica, não havendo reincidência hospitalar até o momento..

FONTE : O TEMPO

Mais lidas