fbpx
5.4 C
Conselheiro Lafaiete
sábado, 31 julho 2021
InícioRegionalDia de Santo Antônio: saiba tudo sobre o milagre casamenteiro

Dia de Santo Antônio: saiba tudo sobre o milagre casamenteiro

Comemorado no dia 13 de junho, o Dia de Santo Antônio é uma data em que os fiéis apostam em simpatias para conseguir um casamento. Isso porque ele é conhecido como o Santo Casamenteiro.

Não há uma origem certa para essa fama, mas há um relato mais conhecido de uma mulher que precisava de um dote para se casar e recorreu ao santo, conseguindo de maneira milagrosa o dinheiro necessário para realizar o sonho do casamento.

A partir disso, essa fama só cresceu no Brasil e não são poucas as simpatias para que Santo Antônio promova uniões ou para que ajude fiéis a encontrar um(a) namorado (a). Confira algumas:

De cabeça para baixo

Uma das mais famosas simpatias e que deve ser feita no dia 13 de junho prevê que uma imagem do santo seja colocada de cabeça para baixo. Mas, não é só isso, é preciso também amarrar uma fita branca à imagem para que então se conquiste um amor ou um casamento. 

Para se casar logo

Se já namora há muito tempo e quer se casar, a simpatia ideal é a do perfume. Retire três espinhos de uma rosa vermelha e coloque dentro do frasco de perfume que você usa e que a pessoa mais gosta. Depois, peça a Santo Antônio para remover os obstáculos à felicidade do casal e use sempre o perfume quando estiver com a pessoa.

Para saber o nome da pessoa amada 

Nesse caso, há algumas variações e a simpatia é para os solteiros. Há quem diga que para descobrir o nome da pessoa amanda, é preciso ir a uma festa junina no dia de Santo Antônio, encher a boca de água e começar a rodar próximo da fogueira. O primeiro nome que for ouvido, será o nome do amor da sua vida.

Mas, há outra versão que é feita no Dia dos Namorados, em 12 de junho. Nela, é preciso pegar uma aliança e pendurá-la a um fio de cabelo, de modo que o cabelo funcione como um pêndulo. Também será preciso um copo de água com algumas gotas do seu perfume. Sobre o copo, pergunte a letra do nome do amado e balance a aliança no pêndulo. O número de vezes que a joia bater no copo corresponde à letra do alfabeto.

Santo Antônio: por que casamenteiro?

Se Santo Antônio era um pregador e teólogo renomado, de onde, então, vem a fama de casamenteiro do religioso? A resposta está em alguns fragmentos de fatos com ares de lenda.

Dizem que um dos primeiros milagres dele foi na vida de uma jovem que estava sem dinheiro para se casar. E a jovem rezou para Santo Antônio e uma estátua dele teria dado à mulher um bilhete. No bilhete, estava escrito que era para levar o recado ao comerciante da cidade e era para o comerciante dar a ela, em moedas de prata, o peso do papel. O comerciante, então, pesou o papel e teve de colocar 400 moedas para equilibrar. Ele se lembrou de que havia feito.

Então, segundo a tradição, Santo Antônio cobrou. Também se fala que Santo Antônio, em vida, gostava de “juntar pessoas” que ele sentia que tinham algo em comum. E, também, que ele ajudava pessoas sem dinheiro a conseguir recursos para o casamento.

Isso é muito forte no Brasil, mas em outros lugares ele é padroeiro de outras coisas: de idosos, marinheiros, grávidas. Nas festas juninas, é comum ter um “bolo de Santo Antônio”. A lenda popular diz que comer um pedaço do bolo aumenta as chances de a pessoa achar alguém para se relacionar no restante do ano. Em alguns lugares, é colocada uma medalhinha de Santo Antônio no bolo e quem encontrar a medalhinha arranjará um par.

Mais lidas