fbpx
15.8 C
Conselheiro Lafaiete
sábado, 31 julho 2021
InícioEducaçãoDonos de escolas particulares divulgam documento de volta às aulas presenciais

Donos de escolas particulares divulgam documento de volta às aulas presenciais

Reunidos na semana passada, cerca de mais de 10 donos de escolas particulares divulgaram um documento conjunto defendendo o retorno ás aulas presenciais ainda no segundo semestre.

“Juntas com o mesmo objetivo! Há mais de um ano, estudantes estão proibidos de frequentar aulas presenciais…

É triste constatar que a escola não está sendo entendida como essencial e prioritária. Nesse período de pandemia, as escolas têm sido simplesmente esquecidas pelas autoridades. Nenhuma de nossas solicitações foi acolhida. Está na hora de darmos um basta a esta situação e retomarmos as rédeas de nossos destinos.

As escolas privadas estão preparadas para um retorno seguro, por meio de protocolos que enfatizam:

a) o uso obrigatório de máscara;

b) o distanciamento mínimo de 1,5m entre alunos, pessoal docente e técnico-administrativo;

c) a constante e correta higiene das mãos;

d) a ventilação natural dos ambientes escolares;

e) a medição de temperatura na entrada;

f) o rastreamento de casos e a imposição de quarentena para aqueles que testarem positivo ou que tiverem contato íntimo com infectados; g) a constante higienização dos locais de uso comum;

h) a limitação do número de pessoas circulando no estabelecimento;

i) a permanente avaliação e necessárias revisões dos planos e estratégias de contingência e

j) o direito dos pais e responsáveis de optarem pelo retorno às atividades presenciais ou pela continuidade do ensino remoto para seus filhos.

Por estarem preparadas, as escolas particulares devem retomar as atividades presenciais. Não podemos mais permanecer exclusivamente na dependência, precisamos retomar nosso trabalho, as escolas estão passando por uma situação financeira preocupante, estamos correndo o risco de fechar as portas. Também dependemos da instituição para mantermos nossas despesas”.

Mais lidas