Em tom de despedida, Geraldo Lafayette faz balanço, enumera conquistas, prepara saída da pasta e volta Câmara

12

O Secretário Municipal de Cultura de Lafaiete, o teatrólogo Geraldo Lafayette, reuniu em um grande encontro as lideranças e agentes do movimento artístico e cultural de Lafaiete entre associações, entidades, ONG’s  expressando a força e diversidade das mais variadas manifestações.

Agentes culturais marcaram presença no encontro e reforçaram a força das entidades e associações artísticas / DIVULGAÇÃO

A frente da pasta, uma das vitrines do Governo Municipal, o gestor fez um balanço e avaliação das atividades, apontando as conquistas, enumerando os avanços e assinalando os desafios, sejam na cultura ou no patrimônio histórico, artístico, social e popular. Além de dezenas de lideranças, o Prefeito Mário Marcus (DEM) e o vice, Marco Antonio Reis Carvalho, marcaram presenças. “A reunião que foi um bate papo aberto mostrando a vitalidade da nossa cultura e a força do movimento cultural cada vez mais engajado nas mais diversas expressões, seja na música, congado, teatro nas mais diferentes representações”, avaliou.

Geraldo considera que o maior legado da sua gestão sejam a espontaneidade, o comprometimento, gestão democrática, conhecimento amplo da cultura e de suas lideranças. “Temos um atendimento aberto, franco e sincero. Pela militância cultural, conhecemos todas as lideranças e as demandas dos movimentos. Isso facilita o nosso contato e nos torna mais próximos dos agentes. Esse vínculo nos torna cada vez mais parceiros”, avaliou.

Geraldo observou que o crescimento cultural de Lafaiete tornou a secretaria de cultura um instrumento de promoção e reconhecimento dos movimentos. “A secretaria se transformou em um papel muito além de convênio, liberação de recursos. Ela exerce um papel cada vez mais importante de apoio, resistência, motivação, resgate da auto estima de um povo e afirmação dos movimentos e nas suas mais variadas artes”, assinalou.

De volta da Câmara

Geraldo Lafayette adiantou que será candidato a reeleição no legislativo e deixará o comando da pasta / DIVULGAÇÃO

Questionado por nossa reportagem, o Secretário de Cultura confirmou que será candidato a reeleição a uma das 13 cadeiras na Câmara. “Acredito que a cultura foi mais reconhecida e valorizada. Ainda bem

que temos no Legislativo uma liderança deste setor”, observou.

Após deixar o cargo de vereador, Geraldo assumiu a secretaria em maio de 2017. Ele relatou que o reassumirá ainda no primeiro trimestre de 2020, mas não quis adiantar a data. Nossa reportagem apurou que ele deve voltar no dia 1º de fevereiro, logo após o recesso parlamentar. “Aguardo algumas decisões para avaliar quando deixo a secretaria. Mas sou candidato a vereador e cultura precisa de um representante. Estas conquistas precisam ser compartilhadas, consolidadas e ampliadas”, assinalou. Geraldo reassumirá a vaga do Vereador Oswaldo Barbosa (PP).

O prazo para desincompatibilização do cargo termina em 31 de março. Até lá as especulação vão ventilar nos bastidores políticos.