Envolvidos em briga entre gangues rivais do JK e Progresso vão a júri popular e são absolvidos

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Foram levados a julgamento, ontem, dia 3, em júri popular, os denunciados, A.S.C., E.F.P.P.C. e D.C.B.A. Ele foram considerados pela promotoria de terem, na data de 21 de outubro de 2012, por volta de 14:55 horas, rua Joemyr Faria, bairro Progresso, utilizado de recurso que dificultou as defesas de J.R.X.C., J.L.N.S., e K.S.P., e deferiram um tiro em direção a estas vítimas. A briga seria uma acerto de contas entre as duas facções.

Segundo a acusação, a motivação seria a rivalidade entre aqueles denunciados, bairro progresso e outros do JK. Segundo, ainda, a denúncia,essa rivalidade vem de desavença anterior ocorrida no Bar Confraria, quando ocorreu um tiroteio seguido de morte de adolescente, de 16 anos, Robert Dante. Este fato aconteceu no daí 1º de outubro.

À época uma briga generalizada da gangue dos dois bairros resultou na prisão de 15 pessoas com duas mortes e 6 tentativas de homicídio.

A.S.C., e D.C.B.A. foram defendidos pelo Defensor Público, Vicente Sacramento, e o denunciado E.F.P.P.C. defendido pelo advogado criminalista Silvio Lopes de Almeida Neto.

Assim, o trio foi julgado e acusado de tentativa de homicídio qualificado. O júri teve início às 08:30 horas com término ás 17:00 horas. Ambos os advogados defenderam a tese de negativa de autoria, o que foi acolhido pelo corpo de jurados. Os 3 réus foram absolvidos no júri.

Vicente Sacramento, Defensor Público; Valquíria Rezende, estagiária de direito; os advogados Ana Paula Mesquita, Sílvio Lopes e a
Bacharel em Direito, Sara Silveira/Reprodução
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
FacebooktwitterFacebooktwitter

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *