Estelionato: homem cai em golpe via WhatsApp e perde R$55 mil em compra de carro

17

O golpe foi percebido a tempo pela vítima, dona do veículo, que evitou um prejuízo maior, sendo que o comprador acabou caindo no golpe do “estelionatário”.

Nesta segunda-feira, dia 10, um homem M.A. M de 35 anos procurou a Polícia Militar para registrar o golpe.
Segundo a vítima, um veículo Toyota SW4 de cor preta anunciado no OLX pelo valor de R$ 66 mil despertou o seu interesse. Em contato realizado pelo WhatsApp com o suposto anunciante de nome “Maurício” conseguiu reduzir o valor do veiculo para R$60 mil.
Conforme informações repassadas pelo anunciante, o veículo pertencia à outra pessoa e se encontrava na cidade de Entre Rios de Minas e que ele deveria verificar o carro com o seu proprietário. Dada à negociação realizada pelo WhatsApp e o seu interesse pelo carro, a quantia de R$ 5 mil  foi repassada ao dono do veículo, ficando o restante do dinheiro a ser depositado na conta do anunciante assim que o recibo fosse preenchido devidamente com firma reconhecida no cartório, o que foi feito.
Com o negócio supostamente concretizado, a vítima efetuou a transferência do restante do dinheiro para duas contas diferentes indicadas pelo anunciante no valor de R$27,5 mil cada. Quando os depósitos foram efetuados, o proprietário do veículo que estava agindo de boa fé alegou que somente entregaria o veículo após o dinheiro  transferido para as contas indicadas pelo anunciante fosse repassado a ele.
O golpe
Questionado, o proprietário alegou que havia anunciado o carro no Site OLX por R$ 86 mil e que o suposto intermediador do negócio ligou dizendo que mandaria uma pessoa lhe procurar e que esta pessoa após examinar o carro pagaria a ele a quantia de R$ 5 mil sendo o restante repassado a ele quando o deposito fosse realizado, o que não aconteceu. O valor do veículo anunciado pelo proprietário seria muito além do que o combinado pelo suposto “estelionatário” com a vítima do golpe, o comprador. A quantia de R$ 5 mil que foi recebida pelo dono do carro foi devolvida.
​Agora a vítima do golpe terá que buscar meios na justiça para tentar reaver a quantia depositada nas contas indicadas pelo estelionatário que não mais respondeu as suas ligações.

AFX Notícias