Estudo aponta que violência cresceu em Lafaiete; cidade despenca no ranking nacional e está entre as 10 melhores de Minas

17
Polícia desenvolve operações na prevenção da violência e crimes/Arquivo

O  “Atlas da Violência 2018: políticas públicas e retratos dos municípios brasileiros”, estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP)  aponta que Lafaiete despencou nos índices de violência, mas permanece ainda como uma cidade segura e pacífica.

O mapeamento das mortes violentas nos municípios brasileiros com população superior a 100 mil residentes, com base em informações de 2016, foi divulgado recentemente onde foi avaliado um universo de 309 municípios brasileiros.

Os números e queda

No ano passado, de acordo com o Atlas da Violência 2017, a cidade ocupava a posição de destaque em todo o país como a 9ª colocada no Brasil segundo o IPEA. No estado, o município ficou em 2º lugar com o menor índice de violência registrado. Nas duas posições, Lafaiete será superada apenas por Araxá no Estado. Os números eram referentes a década de 2005 a 2015.

O novo estudo aponta que Lafaiete perdeu 75 posições no ranking ficando no recente estudo na  84º posição no ranking nacional. Por outro lado, saiu da 2ª posição em Minas para a 8ª colocação.

A vizinha Barbacena que, estava na 13ª posição no Brasil e 3ª em Minas, agora ocupa a 44º lugar e o 5º em Minas superado Lafaiete, segundo o estudo do Atlas da Violência.

Ranking

O ranking em Minas é liderado por  Varginha ,(1ª) e Lavras (2ª). No plano nacional as duas ocupam respectivamente a 5ª e 7ª posições.

Tabela elaborada em 2018

 

Tabela elaborada em 2018