Familiares e amigos de jovem morto por policial militar em Ouro Preto fazem ato no local do crime

11
Familiares e amigos de jovem morto por policial militar em Ouro Preto-MG, fazem ato no local do crime/Reprodução

Na noite de 04/10, familiares e amigos de Igor Arcanjo Mendes, de 20 anos, morto por policial militar, na noite de 15/09, na Rua Doutor Pacífico Homem, fizeram um ato pacífico, no local exato onde o fato aconteceu.

Segundo Nayara Mendes, irmã da vítima, as manifestações continuarão, até que justiça seja feita e que as ações violentas de policiais militares acabem. “A população tem que entender que meu irmão foi vítima, mas poderia ser qualquer um. Essa luta não é só minha. Não é só da minha família.”

Dezenas de velas foram acesas no calçamento e os participantes oraram por paz e justiça, com uma camisa contendo foto de Igor, estendida, contendo frases de saudades.

Enquanto nossa redação preparava esse texto, durante a reunião da Câmara Municipal de Ouro Preto, na manhã de hoje, 05/10, os Vereadores discutiram mais uma denúncia feita após ação de policial militar.

O Vereador Wander Albuquerque, Presidente da Câmara, denunciou que um policial sem farda, adentrou, na noite de ontem, 04/10, uma casa em obras, onde jovens do distrito de Amarantina participavam de um evento, quebrou aparelhagem de som, intimidou os jovens com tiros e agressões.

Após várias reuniões e audiências, até mesmo com a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia de Minas, a discussão continua, na região de Ouro Preto.

Fonte: Jorna Voz Ativa