Feira mostra diversidade do artesanato regional

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Recuperandos da APAC, de Lafaiete mostraram seus produtos; De Bento Rodrigues, em Mariana, feirante trouxe a geleia de biquinho

Feira
Feira foi promovido governo do estado pela prefeitura em parceria com a prefeitura

Tinham peças de bambus, de Catas Altas da Noruega; artesanato em ferro e madeira, oriundo de Tiradentes; doces, compostas, biscoito e bolo das cidades de Itaverava e da comunidade de Santo Inácio (Catas Altas) e a agroindústria estava representada por Santa Bárbara do Tugúrio.

A Feira Regional da Economia Popular Solidária do Campo das Vertentes aconteceu nos dias 21 e 22 de maio, na Praça São Sebastião, em Conselheiro Lafaiete.

DSCF4780
Voluntário, Zilda Helena e recuperando da APAC

E tinha muito mais: de Lafaiete eram 15 barracas com o que de melhor a cidade se faz no artesanato. Mas o que mais chamou a atenção foi o espaço reservado Associação de Hortingranjeiros de Bento Rodrigues, a AHOBERO. Na barraca, a produtora Marinalva Salgado expunha a geleia de biquinho. A comunidade de Mariana ganhou repercussão nacional quando foi atingida pelo rompimento das barragens da mineradora Samarco. “Perdemos tudo, mas ao poucos vamos reconstruindo nossa comunidade”, disse a nossa reportagem. A AHOBERO existe desde 2002.

DSCF4784
Marinalva, de Bento Rodrigues, trouxe a geleia de biquinho, sucesso da feira

Outras duas barracas que também chamaram a atenção foram dos recuperandos da APAC (Associação de Proteção e Assistência ao Condenado), de Lafaiete. O recuperando Tales expunha com alegria e ardor as peças fabricadas por ele e outros colegas. A APAC funciona na Linhazinha com mais de 130 recuperando em regimes aberto e fechado. Na outra barraca, os voluntários ajudavam os recuperandos na venda de hortaliças, colhidas na associação.

No total eram 30 produtores oriundos de Queluzito, São João Del Rei, Congonhas, Tiradentes, Barbacena, Mariana e outras cidades do Território da Vertentes. Associações como AMAR, CRAS, Associação das Bordadeiras, da Barreira, o Mercado do Produtor e Associarte também marcaram presença com seus produtos.

DSCF4779
Barraca da APAC, de Lafaiete

Segundo a Secretária de Desenvolvimento Social, Zilda Helena, a Feira Regional da Economia Popular Solidária do Campo das Vertentes foi além de exposição e venda de produtos, mas investiu também na formação, com cursos e reciclagem.  “O movimento de economia solidária é muito organizado e articulado e, há muito tempo, reivindica do Governo do Estado mais apoio para os empreendimentos para que

Marinalva, de Bento Rodrigues, trouxe a geleia de biquinho, sucesso da feira
Marinalva, de Bento Rodrigues, trouxe a geleia de biquinho, sucesso da feira

possam potencializar suas vendas. Agora o Estado está apoiando essas feiras, apoiará as feiras permanentes com entrega de barracas e ainda prestará assessoramento aos empreendimentos. Isso faz parte da política que o governo está implantando de apoio a essa modalidade de geração de renda”, informa o subsecretário de Trabalho e Emprego, disse.

Grupos de dança e de música, criados nos grupos d

DSCF4785
Tales, recuperando da APAC, expõe seus produtos

e convivência do Cras de Conselheiro Lafaiete, se apresentaram. Já no domingo a atração cultural fica por conta dos violeiros e do grupo de dança de rua, Xadrez Dance.

O próximo evento da feira acontece em São João Del Rei nos dias 26 e 27 deste mês.

Fotos:CORREIO DE MINAS

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
FacebooktwitterFacebooktwitter

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *