Garimpando – Rua Coronel João Gomes – 19

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

 

                                                        Avelina Maria Noronha de Almeida

                                                      [email protected]

 

“Não fiz o melhor, mas fiz tudo para que o melhor

fosse feito.

Não sou o que deveria ser, mas não sou o que era antes.

Martin Luther King Jr.

 

Lembrando o passado da rua que foi focalizada nos artigos anteriores, quero ainda trazer ao retrospecto outra personalidade política, além das que já foram citadas. Ali residiram Ely Franco Ribeiro, Lucy, sua esposa, e os filhos. Lucy, minha colega e amiga do coração, era filha dos estimados Juquita Vieira e Liberalina. Ely, já falecido, era filho do também estimado casal Antônio Franco Ribeiro e Mariquinha.

Ely Franco Ribeira foi deputado estadual em Minas Gerais pelo PR, de 1955 a 1963.

Mas agora é preciso terminar esta série atualmente acontecendo. Que pena!

Estou me sentido como se estivesse na gare da Estrada de Ferro Central do Brasil, acenando para um trem de ferro que vai se distanciando de mim e breve vai sumir ao longe, na curva do caminho…

A verdade é que me apeguei à encantada Rua Coronel João Gomes.

Sei que, devido à fragilidade humana, temos limites diversos que nos impedem de realizar o que desejamos. Por isso sei que, nestes dezenove artigos, muitas lembranças que deveriam aparecer, e isso não aconteceu pelo esquecimento, ou muitos fatos para mim desconhecidos não foram apresentados. Mas sirvo-me, para me justificar, de uma frase do grande líder Martin Luther King Jr., a qual divido em duas partes.

A primeira se adapta ao que coloquei acima: “Não fiz o melhor, mas fiz tudo para que o melhor fosse feito” .

A segunda vou explicar: “Não sou o que deveria ser, mas não sou o que era antes”. Em verdade, não sou tão competente como deveria ser ao focalizar tão ilustre rua. Em verdade, também, não sou o que era antes de escrever esta série de artigos.  Passar pela Rua Coronel João Gomes era, até antes deles, uma pessoa que ali passava e apenas via as casas, os prédios, o asfalto, algo semelhante a passar por outros logradouros, mas por tanta coisa que aprendi, sou agora outra pessoa, uma pessoa enriquecida nos meus conhecimentos pela revelação que tive da ALMA ENCANTADORA DA RUA CORONEL JOÃO GOMES.

Coronel joão Gomes

Vou terminar o artigo com a foto do acervo de  Mauro Dutra de Faria, que informa sobre ela: “Caminho das Congonhas”, “Rua dos Dois Barrancos” e “Rua Barão de Suassuy”. Foto original do Museu e Arquivo Antônio Perdigão. A primeira casa à direita é o antigo armazém do Zizinho Lana, onde hoje funciona a loja e escola de pintura, citada no artigo 17, Arte&Companhia.

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
FacebooktwitterFacebooktwitter

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *