Greve na UFSJ ganha força com apoio dos estudantes de Ouro Branco

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Eles decidiram que vão parar na próxima segunda. Além disso, garantem greve estudantil se a polêmica PEC 241 for aprovada pelo senado sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB)

Estudantes também estão engajados com a greve e contra as reformas do governo (Foto: divulgação)
Estudantes também estão engajados com a greve e contra as reformas do governo (Foto: divulgação)

Diretório e Centros Acadêmicos de alunos da UFSJ Campus Alto Paraopeba (CAP), Ouro Branco, reuniram-se em assembleia nessa quinta-feira (21).

Por 159 votos favoráveis e 17 contrários, os estudantes deliberaram sobre paralisação na próxima segunda-feira (24), dia em que também haverá manifestações.

Os universitários votaram ainda indicativo de greve para 18 de novembro. Foram 120 votos a favor, 37 contra e 22 abstenções.

Com isso, os alunos prometem um movimento grevista caso a PEC 241 seja aprovada no Senado. Mesmo que os professores não parem, os estudantes prometem esvaziar o campus.

Segundo o Presidente do Diretório Acadêmico das Engenharias do CAP, José Carlos Banes, a iniciativa dos estudantes representa uma batalha contra o estado mínimo.

Para o estudante da Federal, o governo quer delegar funções para a iniciativa privada. O universitários discordam ainda das mudanças previstas na PEC dos Tetos.

“O que nos motiva é lutar por um país justo e democrático, com a garantia da permanência do Ensino Público e dos investimentos básicos na área de Saúde e Educação. Não iremos nos omitir da luta contra a PEC 241 e sua clara declaração de guerra ao Ensino Superior”, enfatiza Banes.

Fonte: Trem de ler

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
FacebooktwitterFacebooktwitter

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *