Greve: professores e servidores da rede estadual cruzam os braços a partir de terça feira

15

Após Assembleia Geral, o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) informou, na tarde de quarta-feira (05/02), que foi deflagrada greve por tempo indeterminado em toda a rede estadual, a partir de terça feira (11/02).

Reivindicações

A categoria reivindica propostas de pagamento do Piso Salarial Profissional Nacional, direito respaldado pela Lei Estadual 21.710/2015 e pela Lei Federal 11.738/2008, bem como o cumprimento estrito do repasse de 25% da receita corrente líquida do Estado para a Educação, o que de acordo com a entidade, não foi executado no ano passado pelo governo Zema.

Também faz parte da luta, a quitação do 13º salário de 2019, a interrupção de políticas que dificultam o acesso à Educação, como sistema de pré-matrículas online, Plano de Atendimento, fusão de turmas, demora na publicação das remoções e resolução de designação.