Irmãos são presos após golpe em empréstimo consignado em Lafaiete

15
Golpe do empréstimo consignado é alvo de investigação

Na tarde desta sexta-feira (24/11) dois irmãos foram presos em cumprimento de um mandado de busca e apreensão expedido pelo Juiz Dr. José Aluísio Neves Da Silva.  A Polícia Militar compareceu em uma agencia de empréstimos consignados localizada na rua Doutor Melo Viana, no centro da cidade de Conselheiro Lafaiete, onde em cumprimento ao mandado, realizaram as buscas no imóvel ora citado, sendo encontrado um papelote de cocaína escondido atrás de um forno micro-ondas. Na parte de cima de um compartimento de gesso no banheiro, foram encontrados diversos pinos vazios e materiais para embalagem de drogas, que os irmãos negaram a propriedade.
Um possível golpe dos agentes financeiros foi revelado durante as buscas na agencia. A filha de um cliente compareceu ao local e aproveitando da presença policial, relatou que seu pai havia contraído um empréstimo consignado na agencia e que o mesmo estaria enfrentando problemas.

Golpe do empréstimo consignado é alvo de investigação

​Conforme suas declarações, na ocasião seu genitor contratou um empréstimo no valor de R$ 2.500,00 através da agencia, para ser descontados em parcelas no seu pagamento. Ele levou um susto quando recebeu uma ligação informando que o valor de R$18.500,00 solicitado já se encontrava a disponível em sua conta. Contudo, procurou a agencia e informou o erro, sendo solicitado a ele pelos irmãos que juntamente com uma mulher de outra agencia de empréstimos fossem até a Caixa Econômica Federal para realizar a transferência da quantia excedente, ou seja, R$ 16.500 para uma determinada conta que resolveria o problema, o que foi feito.
Após a transferência, crendo que o problema estivesse resolvido vieram às surpresas, os valores das mensalidades começaram a serem descontados sobre o valor total, não abatendo os valores devolvidos. Procurados, os envolvidos não resolveram o problema que já se arrasta há meses.
Em consulta aos prontuários dos envolvidos, foi constatado um mandado de prisão aberto em desfavor dos irmãos. Eles foram conduzidos a 2ª DRPC, e as queixas acrescentadas ao Boletim de Ocorrência que foi repassado a autoridade policial de plantão.

Fonte: AFX Notícias