Idas e vindas: Ivar anuncia retomada de obras da creche do Bela Vista e Jardim Europa

12
Dr. Ivar visitou a obra da creche do Bela Vista /Foto:Divulgação/PMCL
Dr. Ivar visitou a obra da  creche do  Bela Vista /Foto:Divulgação/PMCL
Dr. Ivar visitou a obra da creche do
Bela Vista /Foto:Divulgação/PMCL

O prefeito de Conselheiro Lafaiete, Dr. Ivar anunciou nesta quarta-feira, 23/03, a reforma e ampliação de duas escolas e a retomada das Obras da creche do bairro Bela Vista.

Segundo o prefeito, a Secretaria Municipal de Obras deu a ordem de serviço para início dos trabalhos de reforma e ampliação da Escola Municipal Pedro Resende, no bairro São Benedito.  A vencedora da licitação é a construtora AGD.

Outra obra anunciada pelo prefeito foi a reforma da Escola Municipal Vereador José Aleixo de Matos, no bairro Paulo VI. Além das duas escolas também foi dada a ordem de serviço para a retomada e término da construção da Creche da Bela Vista.

As obras da José Aleixo de Matos e da Creche do bairro Bela Vista serão executadas pela construtora Resende Nunes, que na próxima segunda-feira, 28/03 já deverá estar atuando nas frentes de trabalho.

Além das obras para a Educação, Dr. Ivar confirmou a retomada das obras de integração do Samu, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros. O prefeito ressaltou que a iniciativa é pioneira é pioneira e vai possibilitar a realização de ações integradas em prol da comunidade.

Para finalizar, Dr. Ivar também anunciou a retomada das obras de calçamento das ruas do bairro Jardim Europa. Além da pavimentação das ruas que ainda são de terra a prefeitura vai recuperar as vias que tiveram o calçamento danificado. “Estamos felizes retomar agora estas obras que são muito significativas. Estamos enfrentando um período difícil para todos os municípios, uma grave crise financeira que todos têm conhecimento, mas estamos trabalhando para cumprir nossos compromissos com a população”, disse Dr. Ivar. 

Queda de braços: vereadores convocam secretários após duras críticas

Novamente, um secretário municipal é convocado pela Câmara. Na noite do dia 22, por unanimidade, os vereadores aprovaram dois requerimentos, de autoria de João Paulo Pé Quente (sem partido) de convocação de secretários e diretores.

No primeiro a convocação foi encaminhada a Alessandro Dalavedova, Secretário de Desenvolvimento Econômico no qual a Câmara quer informações sobre a evolução, ações e projetos da sua pasta nos últimos 3 anos.

João Paulo vai cobrar do secretário esclarecimentos dos processos de reversão de áreas públicas que não foram utilizadas pelos seus donatários/cessionários conforme determina a legislação de que finalidade pública de doações pelo município além das concessões de direito real de uso. O vereador quer detalhes de quais as áreas estão regulares ou irregulares com os nomes de todos os beneficiados.

O vereador pede dados sobre as empresas, com as respectivas matrículas imobiliárias, alvarás de funcionamentos e guias de tributos municipais recolhidos de todas as empresas instaladas ou não no distrito Industrial, no Paulo VI, como também na avenida Professor Alfredo Ganine, perto do Parque de Exposições.

Há informações de inúmeras irregularidades de proprietários que ganharam lotes e áreas para construção de um negócio, porém depois de vencido o prazo, até hoje não instalaram suas empresas.

Na Justiça corre uma ação movida pela prefeitura contra um ex vereador na tentativa de reverter uma área vendida pública onde deveria ser instalada um empresa, conforme estava previsto no termo de doação.

Outro requerimento ou denúncia

No segundo requerimento, João Paulo, pediu a convocação de Marco Antônio, Diretor de Meio Ambiente, Luiz Carlos Cerqueira (Diretor de Planejamento) e Flávia Teixeira (Diretora de Patrimônio). O vereador insinua que os convocados estariam dirigindo-se aos bairros beneficiados pelo Projeto de Regularização Fundiária e efetivando as áreas aos seus efetivos proprietário.

Segundo ele, a lei eleitoral proíbe aos agentes públicos, no caso os secretários e servidores, a distribuição de bens, valores ou benefícios por parte da prefeitura. O requerimento, em forma de denúncia, tem como alvo o diretor de Meio Ambiente, Major Marco Antônio, que também já acenou que seria pré candidato a vereador. “Se isso estiver acontecendo de forma proposital por parte da administração afeta a igualdade de oportunidades no pleito”, disse Pé Quente.

Sandro e o general

Nos últimos 15 dias, esta será a 3ª vez neste ano que secretários são convocados pela Câmara para prestar esclarecimentos aos vereadores. “Olha o que gente vê percebe que falta criatividade do governo. O secretário não pode ficar sentando na cadeira e ficar esperando investimentos para a cidade. Lafaiete perde muitas oportunidades por falta de competência e gestão. Olha, sequer demos uma finalidade melhor ao nosso parque de exposições que ao longo do ano fica sem qualquer aproveitamento”, criticou Sandro José (PSDB) ao se referir ao desempenho do secretário Alessandro Dalavedova e para quem de intitula “como um general”.