Jeceaba comemora 64 anos e ganha livro que retrata sua história

26
Jeceaba tem 610 eleitores a mais do que sua população/Reprodução
Prefeito Fábio, Sr. Jonas e Rafael Rezende/CORREIO DE MINAS

Hoje, dia 12 de dezembro, a progressista Jeceaba comemora 64 aos de emancipação política. Para celebrar e festejar a data, a cidade ganhou um presente à altura de sua dimensão histórica com a publicação do livro “A História de Jeceaba: Nos trilhos do tempo”, escrito pelo jovem talentoso Rafael Mendes de Resende. O lançamento ocorreu na manhã do último sábado em uma solenidade concorrida onde muitos personagens do livro estavam presentes, inclusive o senhor Jonas Oliveira, morador da localidade de Lagoinha, com 102 anos.

A obra contém 12 capítulos e mais de 400 páginas onde o leitor fará uma viagem na história da cidade desde sua origem, sua formação, seus personagens, seus antepassados até a atualidade. Para escrever o livro, que durou mais de um ano de intenso trabalho, Rafael se debruçou com afinco em entrevistas orais com os moradores mais antigos, pesquisa e muito estudo, desde o planejamento até a confecção final da obra. “Os maiores protagonistas desta história são seu povo, sua gente. Nesta obra os moradores se identificam e eles são os herdeiros deste processo coletivo da história. Este livro abre os caminhos para a cidade”, assinalou o historiador Amílcar Martins, um dos maiores incentivadores da obra. Ele participou o lançamento do livro e elogiou a iniciativa inédita de resumir a história do município em uma obra. ‘A formação de um povo e sua identidade estão agora preservadas para as futuras gerações”, comentou Amílcar, que já foi Secretário de Estado da Cultura em Minas. “Parabéns Fábio, pela sua sensibilidade e seu gesto de reconhecer a história o valor de seu povo”, elogiou.

Prefeito Fábio Vasconcelos faz discurso/CORREIO DE MINAS

O prefeito Fábio Vasconcelos (PDT), era um dos mais entusiasmados e o lançamento arrancou-lhe lágrimas em diversos momentos emocionantes do evento. Ao discorrer sobre a história de Jeceaba, ele contou diversas passagens vividas e relembrou personagens destacando padre Bosco, uma figura ímpar. O prefeito também relatou que seus avós se fixaram em Jeceaba quando da chegada da ferrovia Central do Brasil que impulsionou o crescimento do pequeno município que se formava no século passado.

Marcos Almeida, diretor da Editora Conhecimento, que confeccionou o livro, contou o envolvimento com a obra. “Este livro é fruto da coragem e da determinação de seu autor e participação fundamental de sua esposa, Eliete”, afirmou. “Reconstruir o passado para que seu povo se reconheça nele e projetar seu futuro. Sem passado um povo é pobre. Aqui em Jeceaba é um exemplo para muitas cidades que buscam a sua história a afirmação de povo enquanto protagonista de seu tempo. Parabéns Jeceaba”, afirmou.

Obra conta a história de Jeceaba desde a sua origem até os tempos atuais/CORREIO DE MINAS

Muito emocionado, o autor Rafael Resede, discorreu sobre seu trabalho e seu fascínio pela obra. “Esta história não se esgota nesta obra. Ela registra um momento, mas muito ainda há que se contar. O principal autor é seu povo. Eu relatei aquilo que nossa gente construiu. Muito me honra ser este instrumento nas mãos de Deus para escrever esta obra. Quando menor e mais humilde, mais amada”, finalizou Rafael. Um dos momentos marcantes foi quando o filho do autor entrou no salão paroquial e lhe entregou a obra, enchendo muitos olhos de lágrimas.

Ao final, inúmeros personagens, personalidade, autoridades foram homenageadas no evento cultural. A obra foi financiada pela prefeitura de Jeceaba.

O historiador Amilcar Martins elogiou o conteúdo da obra e sua importância para as futuras gerações/CORREIO DE MINAS
O autor Rafael Rezende salientou que a obra não esgota a história de Jeceaba /CORREIO DE MINAS