Jubileu do Bom Jesus de Matosinhos: manifestação da fé e devoção

7
Jubileu do Bom Jesus de Matosinhos: manifestação da fé e devoção/Divulgação

Congonhas se prepara para receber o tradicional Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, entre os dias 7 e 17 de setembro. Neste período, o Santuário se torna palco de celebrações religiosas, em um cenário movido pela fé e devoção. O Museu de Congonhas, que terá entrada franca durante este período, oferecerá uma programação especial, com a mostra “Paixão e Fé”, da fotógrafa Eliane Gouvea, e roda de violeiros.

Além de dar apoio logístico para a realização do Jubileu, a Prefeitura oferece serviços de saúde e assistência social àqueles que participam da festa. Para garantir a segurança, o Governo Municipal disponibiliza seguranças e brigadistas, que estão sob a coordenação da Defesa Civil. Já a Polícia Militar faz um planejamento conjunto com a Guarda Municipal.

Celebrações religiosas

O Santuário de Bom Jesus de Matosinhos é o principal palco das celebrações religiosas, que ocorrem durante os oito dias do evento, com a participação de vários padres da Arquidiocese de Mariana. No dia 7, as missas aconteceram às 7h, 10h, 11h, 15h (abertura oficial) e às 18h. De 8 a 13, as celebrações acontecem às 6h, 8h, 10h, 15h e às 18h. E no dia 14, encerramento da festa, serão realizadas missas às 6h, 8h, 10h, 15h.

Atendimento ao turista

O Centro de Atendimento ao Turista (CAT), localizado à av. JK, 2039, Centro, funcionará das 7h às 18h. A unidade do Santuário cederá espaço aos demais serviços prestados pela Comissão do Jubileu.

O Museu de Congonhas preparou uma programação especial, começando pela mostra “Paixão e Fé”, que reúne trabalhos da fotógrafa Eliane Gouvea, produzidos durante a edição de 2016 do Jubileu, e que retratam a fé e a devoção dos romeiros. Além disso, no dia 5 de setembro, o Museu recebe um bate-papo musical com o cantor e compositor carioca Danilo Caymmi e o violonista Davi Mello, músico do grupo Noites do Norte, com mediação do professor, pesquisador e escritor Júlio Diniz. No dia 13, às 20h, haverá roda de violeiros. O Museu terá entrada franca entre os dias 7 e 17 de setembro.

Jubileu do Bom Jesus de Matosinhos: manifestação da fé e devoção/Divulgação

Saúde

Duas equipes de saúde ficarão na rua João Paulo Arges e no Museu de Congonhas para atender os romeiros entre os dias 7 e 14. Na praça Bandeirantes também haverá atendimento de 7 a 17.

Assistência Social

A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (SEDAS), com apoio da Saúde, Guarda Municipal e Polícia Militar, terá equipes em quatro pontos da cidade. O atendimento prioritário de assistência social será destinado a crianças, idosos, deficientes e pessoas perdidas de seus familiares e acompanhantes. Os pontos de atendimentos ficarão na praça Bandeirantes, na rotatória esquina com a rua Mariana; na praça do Santuário, do lado da Rádio Congonhas; na praça Dom Helvécio, no início da Ladeira; e na Rodoviária. Este público receberá orientação e será encaminhado a outros órgãos competentes no período de 7 a 17 de setembro, a partir das 10h horas de todos os dias.

Segurança

Para garantir a segurança no período do Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos (7 a 17 de setembro), a Prefeitura disponibiliza cerca de 90 seguranças/dia, além de 24 brigadistas/dia contratados pelo Poder Executivo, que estão sob a coordenação da Defesa Civil e auxiliam no resgate de pessoas que passam mal durante o Jubileu. A Defesa Civil também acompanha a elaboração e implantação do Projeto de Combate a Pânico e Incêndio.

A cada Jubileu, a Polícia Militar faz um planejamento conjunto com a Guarda Municipal com base no número de ocorrências apurado no ano anterior. A PM trabalha com policiais fardados, de forma que as pessoas vejam a presença dos policiais, através de blitzen, abordagem a ônibus, veículos pequenos e pedestres, e com o serviço de inteligência. Haverá postos de comando no antigo prédio da Rádio Congonhas, na Basílica, no pontilhão do início da Ladeira e uma Base comunitária na praça Bandeirantes. Há ainda três guaritas. A cidade receberá reforço policial de Barbacena, Conselheiro Lafaiete e São Brás do Suaçuí. A corporação militar seguirá protegendo o restante da cidade no período do Jubileu. Em caso de necessidade, disque 190.

Dicas da PM para o romeiro e o devoto do Congonhas no período do Jubileu:

Evite andar com muito dinheiro, dê preferência para realizar pagamento com cartão;

Evite deixar o celular à vista;

Evite deixar portas e janelas de portas abertas;

Responsáveis por crianças e idosos devem ficar atentos para que não se percam.