Justiça Eleitoral mantém mandato de Carla Sassi e colegas comemoram vitória; vereadora faz desabafo em dia especial

19
Pais e familiares de portadores de espectro autista comemoram votação de lei que garante lei de atendimento prioritário o comércio e reservas de vagas no estacionamento

“Quem ganhou não foi você, foi Lafaiete”. Assim expressou o vereador Alan Teixeira (PHS) ao repercutir, ontem, dia 7, durante a sessão da Câmara, a decisão em que a vereadora Carla Sassi (PSB) foi absolvida por 7 a 0, na Corte Eleitoral, em uma ação movida por candidatos suplentes de sua coligação que pretendiam cassar seu mandato por suposto abuso eleitoral. “A senhora mereceu este resultado pelo seu trabalho, pela bandeira que defende que ultrapassa Lafaiete. Quem quer tomar seu mandato deve vencer primeiro nas urnas”, disparou o vereador Chico Paulo (PT). “Você dignifica esta Casa e é uma legítima representante das mulheres”, completou. Outros vereadores se juntaram ao coro de rasgados elogios à decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) cuja sentença seguiu o entendimento da 1ª instância recusando as denúncias imputadas por carências de prova contra vereadora, a mais votada de Lafaiete.

Vereadora Carla Sassi participou do resgate de animais na enchentes de Rio Casca/Reprodução

Mas ontem foi um dia especial para a vereadora. Com o cabelo amarrado, a rabo de cavalo, semblante de cansaço, blusa vermelha usada em salvamentos, bota e calça sujas de barro, Carla acabara de chegar de Rio Casca, antes de presidir a sessão, na ausência do presidente Sandro José (PSDB), quando foi ajudar o resgate de animais, vítimas de uma enchente que inundou a cidade, deixando um rastro de desabrigados e prejuízos incontáveis. “Não poderia deixar de não estar nesta sessão por diversos motivos. Deixei muitas atividades para me dedicar ao cargo de vereadora. Está é 8ª tragédia que participo para ajudar as pessoas”, discorreu, citando o rompimento da barragem em Mariana e incêndio na reserva nacional da Chapada de Veadeiros (GO). E continuou o seu discurso emocionado. “Se alguém acredita na Justiça esta sou eu. Vencemos por 7 votos a zero no Tribunal na ação movida contra mim por um suposto crime de que eu teria me promovido em eventos de uma associação protetora dos animais a campanha”, desabafou, arrancado aplausos efusivos da plateia e de vereadores.

Nova legislação

A sessão ainda seria mais uma vitória para a vereadora quando a Casa Legislativa aprovou por unanimidade, em primeira votação, o projeto de sua autoria de inclusão social dos portadores de espectro autista.

Pais e familiares de portadores de espectro autista comemoram votação de lei que garante atendimento prioritário o comércio e reservas de vagas no estacionamento

A nova lei prevê a colocação do símbolo do autismo nas placas de atendimento preferencial em estabelecimentos comerciais como também garante vagas em estacionamento. Segundo ela, o Departamento Municipal de Trânsito (DMT) já está se organizando para fornecer credencial aos pais dos deficientes para garantir a aplicação da lei. Lafaiete será uma das poucas cidades a ter uma legislação tão avançada.

Já eram quase 10:00 horas, já no final da reunião, em meio aos pais de diversos portadores de espectro autista, muitos emocionados, em meio ás lagrimas com a aprovação da nova lei municipal, Carla ainda tirou diversas fotos para registro.