Lafaietenses consomem 111 litros de água ao dia

9

Cidade está entre as 12 cidades de Minas onde mais se gasta o produto; consumo médio cresceu mais de 15% nos últimos 4 anos

Hoje é comemorado o dia internacional da água. A data mobiliza atos mas merece uma reflexão para os lafaietense. È mais que urgente uma mudança de atitude em relação ao consumo de água. Um dado aponta que Lafaiete é uma das cidades que mais consome água em Minas Gerais. Os números foram colhidos com exclusividade pela nossa reportagem junto ao estatal mineira. Fazendo uma análise de consumo per capta das 20 maiores cidades operadas pela Copasa, Lafaiete está em 12ª colocação. O crescimento no volume distribuído de água na cidade, nos últimos quatro anos, foi de 15,1%.

Segundo números da Copasa, o volume médio diário de água distribuído na cidade nos últimos 12 meses foi de 25,5 milhões de litros. O volume médio mensal distribuído foi de aproximadamente 775 milhões de litros de água.

O volume consumido de água por pessoa em Conselheiro Lafaiete é de 111 litros por habitante/dia. O consumo per capta da cidade está dentro da faixa esperada e na média das maiores localidades operadas pela Copasa.

20120106151639173317e
Lafaiete é constantemente atingida pelas enchente/Foto:Reprodução

O aumento do consumo de água se deve, principalmente, ao crescimento da população no município, além do período de estiagem nos últimos meses e que atingiu toda a região Sudeste do país. Contudo, até o momento não há risco de faltar água. “Os mananciais responsáveis pelo abastecimento continuam em condições satisfatórias de produção e atendimento à demanda de toda a população da cidade. Mas é sempre importante recomendar que se faça uso consciente do recurso, evitando desperdícios”, garante a estatal mineira.

Apesar do crescimento do consumo, Lafaiete está um pouco acima do consumo per capita. Para atender adequadamente à população, a previsão da Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 110 litros por dia, no máximo, enquanto o cidadão lafaietense consome 111 litros.