Mais modernos e atrativos, celulares viram alvo preferido dos bandidos e roubos de aparelhos dobram em Lafaiete

10

É mais que evidente que não faltam exemplos de ação de assaltantes a procura de celulares modernos como alvo preferenciais de suas investidas. Os celulares se tornaram as vitrines mais atrativas para os bandidos em ações rápidas e audaciosas, sejam armados ou não. Os locais são os mais variados possíveis, desde ruas ermas e mais escuras como também em plena luz do dia em vias mais movimentadas. Ou até mesmo em horários de lazer como em caminhadas.

Um fato que viralizou na internet ocorreu no dia 1º de agosto quando um cidadão filmou um ladrão após roubar um celular de uma mulher em plena avenida mais movimentada de Lafaiete, a Telésforo Cândido de Resende, perto do terminal rodoviário, acabou sendo dominado por populares. O roubo gerou uma tremenda confusão na área central Lafaiete. A PM chegou pouco tempo depois, mas os amigos da vítima conseguiram recuperar o aparelho de devolvê-lo a sua proprietária. As imagens ganharam as redes sociais em grande turbilhão de acessos e compartilhamentos.

Com os milhares de aplicativos disponíveis no mercado e diversas redes sociais, os celulares são utilizados pelas pessoas com objetivos que vão desde a simples comunicação telefônica, até grandes compromissos de trabalho. Por isso, as pessoas estão a todo momento manuseando os celulares, seja em casa, nas ruas, em estabelecimentos diversos.

Os números

Uma pesquisa realizada pelo site do CORREIO DE MINAS mostra que dobrou o roubo de celulares a transeuntes em Lafaiete. Os dados foram obtidos em uma pesquisa em consulta ao registro de Eventos de Defesa Social, base de dados da Polícia Militar do 31º Batalhão de Polícia.

As estatísticas explodiram nos últimos 3 anos, principalmente pela facilidade, o acesso e modernidade dos aparelhos que atraem a bandidagem.  O número de vítimas vem crescendo de forma exagerada. Em 2015 foram contabilizados, pelas estatísticas da PM, 26 roubos ocorridos em Lafaiete, já em 2016 o número dobrou passando 52 roubos a transeuntes. E o que assusta é que somente neste ano entre janeiro a julho os roubos chegaram a 53. Pelo ritmo e proporcionalidade a estatística vai crescer ainda até o final de 2017 engrossando os números de vítimas.

Dicas

A PM alega que os fatores do aumento estão ligados a melhoria da tecnologia com aparelhos cada vez mais modernos e caros que atrai o infrator, como também o uso indiscriminado em qualquer hora do dia e em qualquer lugar.

A Polícia Militar realiza o patrulhamento preventivo diuturnamente nas ruas da cidade com objetivo de prevenir e coibir os crimes e somando a isso pede a cada um que, caso veja algum indivíduo em atitude suspeita ligue 190 e repasse as características da pessoa e o local para que seja realizada a abordagem policial e com isso, a prevenção criminal.

Um das principais dicas da PM é que vítimas saibam o IMEI (número único que identifica cada celular) do celular. Basta digitar *#06# no seu celular, que o número de série aparecerá no visor. De posse deste número a PMMG poderá, no ato das apreensões e/ou abordagens a pessoas suspeitas, identificar a origem dos aparelhos e, constatando-se irregularidades, fazer a prisão de autores por crime de receptação.

Dicas das PM

– Evite a exposição de aparelho em locais de grande movimento. Se precisar atender uma chamada ou acessar às mídias sociais, procure um local que seja mais protegido;

– Evite carregar o celular expondo-o, para não atrair a atenção de pessoas mal intencionadas;

– Em bares, restaurantes e outros estabelecimentos, evite deixar o celular sobre a mesa;

– Em caso de roubo do seu celular, entre em contato com a operadora e de posse do número de série, bloqueie o aparelho para inutilizá-lo;

– Em caso de assalto não reaja. Procure guardar o máximo de características do cidadão infrator para informar à Polícia Militar.