Minas ao Luar emociona: Público cantou junto e até dançou

10

No último sábado, 05 de agosto, depois de cerca de quatro anos, foi realizado mais um Minas ao Luar em Lafaiete

            Nem a noite fria, característica destes dias na cidade, conseguiu diminuir a animação do público, que lotou a Praça do Cristo, e participou do show, cantando, dançando e se emocionando e aos artistas.

            Por solicitação do SINDCOMÉRCIO, a festa foi iniciada com a apresentação de uma Viola de Queluz, moderna e precisa, que se tornou música pelas mãos do violeiro Rogério de Castro, chamado assim, ao palco, pelo locutor: “ELE VEM AO PALCO HOJE PARA MOSTRAR QUE A PRINCIPAL REPRESENTAÇÃO CULTURAL MUSICAL DE CONSELHEIRO LAFAITE, A “VIOLA DE QUELUZ” EVOLUIU, MANTENDO SUAS CARACTERÍSTICAS E SUA SONORIDADE ÚNICA E QUER CONTINUAR DANDO ORGULHO A ESTA TERRA E ENCANTANDO A QUEM A OUVIR.

Minas ao Luar emociona: Público cantou junto e até dançou/Divulgação

            Em seguida assumiu o palco a Banda Carpiah, com FRED SANTOS E MÁRCIO ZAUM, DOIS MÚSICOS SEGUINDO AS TRILHAS DA ESTRADA REAL JÁ HÁ QUASE 20 ANOS.

           E para completar a noite se apresentou o jovem Gabriel Sater, cuja obra, não poderia deixar de ter influência do pai Almir Sater, mas tem personalidade, É FORTE e DINÂMICA E TEM INEDITISMO E DIVERSIFICAÇÃO.

           O público que ocupou toda a praça e ainda transformou as escadarias do Cristo e a Concha acústica em arquibancadas, participou do show e mesmo após o fim das apresentações e apesar do frio, pedia bis.

            As opiniões ouvidas, qualificaram a noite como uma daquelas memoráveis, e que se espera não demorem a voltar a acontecer.

            Muitas autoridades locais prestigiaram o evento, inclusive o Prefeito Municipal Mário Marcus e o Presidente da Câmara Municipal Sandro José.

            O Presidente do SINDCOMÉRCIO Bento José Oliveira, se disse muito satisfeito com o retorno do Minas ao Luar á cidade e elogiou o SESC Minas pelo excelente trabalho.

Fotos:   Henrique Chendes/Sesc