fbpx
22.8 C
Conselheiro Lafaiete
terça-feira, 27 julho 2021
InícioPolíciaMulher descobre que marido abusava sexualmente da filha de 3 anos

Mulher descobre que marido abusava sexualmente da filha de 3 anos

Um homem de 37 anos fugiu de casa após sua mulher descobrir que ele abusava sexualmente da própria filha, uma menina de 3 anos de idade. O caso ocorreu no início da noite de sábado (12), no bairro Boa Vista, região Leste de Belo Horizonte.

Segundo informações da mãe da menina, o homem se masturbava em frente à filha e passava a mão nos órgãos genitais da criança. Ele se aproveitava de quando a mulher dormia para cometer os abusos. Vídeos e fotos seriam as provas do crime.

O casal estava junto há 8 anos. A descoberta de que o pedreiro estaria abusando da criança ocorreu por meio de uma ligação anônima recebida em um telefone celular da família. “Uma pessoa falou que ele (o suspeito) não pagou 200 reais que devia e disse que ia entregar tudo”, revelou a mãe da criança. A suspeita é de que a cobrança financeira seja relativa a dívida por uso de drogas.

A mulher insistiu em obter mais informações por telefone, e o denunciante enviou os vídeos e fotos que comprovariam o abuso. “Nessa hora meu marido ficou assustado e disse que ninguém precisava ficar sabendo”, informou a mãe, de 27 anos.

O homem pulou o muro da casa, iniciou uma fuga e não foi preso até o momento. Quando os policiais militares do 16ª batalhão foram acionados, a mulher descobriu que o marido tinha envolvimento anterior em outro caso de estupro. Ele seria acusado de cometer abuso sexual contra um menino de 8 anos em 2008. O crime teria ocorrido em Betim, cidade da região metropolitana da capital. “Ele ficou preso por 5 anos. Eu sabia que ele tinha ficha (criminal), mas me disse que era por tráfico (de drogas). Agora descobri que ele tem estupro nas costas, indignou-se a mulher.

Ainda durante a fuga, o suspeito ligou para a mulher e disse que iria suicidar-se. “Ele disse que queria se despedir da filha”. A menina passou por exames no Hospital Odilon Behrens, na capital, e vai iniciar acompanhamento psicológico nos próximos dias. 

O suposto caso de abuso de menor de idade está sendo investigado pela 1ª Delegacia Especializada de Proteção à Criança e Adolescente, na capital. A Polícia Civil não quis divulgar nenhuma informação complementar sobre o ocorrido nem quais os crimes anteriores cometidos pelo suspeito.

Outra criança pode ter sido vítima

Detalhes captados nas imagens sugerem que os abusos foram cometidos há cerca de 1 ano e meio. Nos vídeos recebidos no celular da mulher constam ainda imagens de uma outra criança, desta vez um menino com idade aproximada de 3 anos, também passando pela mesma cena de abuso cometido pelo pedreiro. A família ainda não reconhece quem seria essa outra criança que aparece nas imagens.

Usuária de medicamentos antidepressivos, a mulher suspeita que o marido esperava ela dormir ou entrar no banho para cometer o crime. “Ele era um doce comigo, não dava pra perceber”, disse. “Minha família está revoltada, queremos justiça. Ele tem que pegar pelo que ele fez”, desabafou.

Mais lidas