Mulher grávida é vítima de estupro em Lafaiete

10
A jovem de 20 anos viveu momentos de terror nas mãos de dois elementos na noite desta quarta-feira dia 20 de dezembro. Ela contou aos militares que foi obrigada a entrar em um veículo Fiat/Pálio de cor verde escura, rebaixado com vidros de película escura, lataria mal conservado.
De acordo com a vítima que está grávida de dois meses, por volta de 21h45min voltava da casa do namorado o qual ela não o encontrou em casa, ao passar pela rua José Brasiliano Peixoto no bairro Gigante foi abordada por dois homens em um veículo Fiat/Pálio, tendo o motorista a chamado ironicamente pelo nome do seu namorado.

​O outro ocupante do veículo que estava no banco do carona desceu e a pegou pelo braço obrigando-a a entrar no veículo com ele no banco de trás. Em seguida o motorista deslocou com o carro sentido ao bairro Morro da Mina, sendo iniciada a tentativa do estupro pelo autor com o veículo em movimento. A jovem se debateu a todo instante contra a ação do estuprador tentando evitar que o ato se concretizasse. Ela teve suas vestes inferiores rasgadas e retiradas por ele.  Além das torturas a jovem ainda foi obrigada a ligar para o namorado para relatar o que estava acontecendo, porém o telefone dele estava desligado.

Após certo tempo de tentativa, o autor disse ao motorista que já havia dado, encerrando os ataques. Quando ela deu por conta percebeu que estavam no centro da cidade  próximo ao Terminal Rodoviário Municipal, momento em que o motorista parou o veículo e disse para que ela avisasse ao seu namorado que o próximo seria ele. Não satisfeito, antes de ser liberada, o autor ainda subtraiu os seguintes pertences da vítima, um anel, uma pulseira e um cordão foliados a ouro.

A Polícia Militar foi acionada e compareceu ao Hospital Queluz onde a vítima deu entrada e o registrou do estupro foi realizado por volta de 01h45min. A vítima informou aos militares que desconhece os autores e os motivos da afronta e ameaças feitas por eles, certamente para atingir o seu namorado.

Diante dos fatos foi realizado intenso rastreamento aos autores, porém eles não foram localizados.

Fonte: AFX Notícias