Mulher rouba dados de cartão de crédito de colega de trabalho, aplica golpe e gasta R$21 mil

7

 Na tarde da última segunda-feira (25), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) identificou uma mulher suspeita de praticar furto de dados de cartão de crédito. Ela teria aplicado um golpe de 21 mil reais na cidade de Conselheiro Lafaiete.

 Após investigações, foi apurado que o crime teria sido praticado por uma conhecida da vítima, que trabalha no mesmo local, tendo furtado os dados do cartão sem que ela percebesse. Assim que a vítima registou a ocorrência, a equipe de investigação saiu em diligência e levantou a autoria do crime, através de câmeras de segurança.

 Na ocorrência, a vítima do golpe relatou que recebeu um telefonema da operadora de seu cartão de crédito, notificando que teriam sido efetuadas compras, no mês de setembro, que totalizavam 21 mil reais. Após alegar que não teria realizado tais compras e que seu cartão não possuía limite suficiente para isso, o Banco informou que uma pessoa entrou em contato, através de um telefone fixo, para solicitar o aumento do limite, sendo o número que realizou a ligação  o mesmo de onde a vítima trabalha. As imagens do sistema de câmeras de segurança mostraram a funcionária de 24 anos, utilizando o telefone fixo da farmácia no mesmo horário que foi registrado a ligação para a Instituição Financeira.

 A suspeita foi levada até a Delegacia para prestar esclarecimentos, onde confessou o crime e contou que anotou os dados do cartão da vítima, quando essa o deixou em cima da mesa da cozinha do local onde trabalham juntas. Contou, ainda, que conseguiu a senha do cartão de crédito, visualizando sua colega de trabalho digitar enquanto realizava uma compra no supermercado. A autora vai responder criminalmente pelo ocorrido e disse estar arrependida dos seus atos, se comprometendo a cancelar as compras.