Museu de Congonhas estreia Clássico da Dramaturgia Universal

10

A PanelaO Grupo de Teatro Boca de Cena, um dos mais atuantes do interior mineiro, estreia o novo espetáculo “A Panela”, livre adaptação da obra de Plauto (180 a.c), em um dos espaços mais inspiradores de Minas: o Teatro de Arena do Museu de Congonhas. A montagem, que será apresentada nos dias 30 e 31 de julho (sábado e domingo), às 20h, conta com grande elenco e direção do dramaturgo Wenceslau Coimbra. O projeto tem patrocínio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais por meio da Gerdau. A entrada é gratuita.

O clássico “A Panela”, obra de domínio público de Plauto, levará dez atores em cena para contar a saga do pobre Euclião que, após encontrar uma panela cheia de ouro, a esconde e se apega a ela passando a desconfiar de tudo e de todos. Entretanto, não percebe que Fedra, a sua filha, está grávida de Licônidas. Megadoro, o vizinho rico e apaixonado, pede a mão de Fedra em casamento, e prontifica-se a pagar a boda, já que a moça não tem dote. Euclião aceita e se prepara para o casamento de sua filha.

A peça “A Panela”, traz uma temática complexa, porém não menos pertinente pela sua atualidade, crítica social e comicidade. As comédias de Plauto são modelos inspiradores para autores e atores de todos os tempos. A perenidade da obra do autor deve-se, certamente, ao encontro realizado no teatro entre o sentimento do equilíbrio, a construção cênica, a vivacidade da réplica irreverente da sátira e do cômico. Essa é a junção que o espetáculo quer trazer com esta nova adaptação do clássico.

Congonhas em Cena

O espetáculo “A Panela”, integra o projeto “Congonhas em Cena”, que desenvolve na cidade histórica bate-papos, ensaios abertos, intervenções e estreia de espetáculos, visando à valorização e divulgação da cultura local. Além do Grupo de Teatro Boca de Cena, o projeto também contribui para a manutenção de outro grupo local: o Dez Prás Oito, que atualmente prepara a montagem inédita batizada de “O Sítio”, prevista para estrear no final do mês de agosto.

Ao desenvolver as duas propostas cênicas, a intenção do projeto “Congonhas em Cena” é também promover a valorização da produção cultural do interior de Minas. Sabe-se que, tradicionalmente, o interior tem sido palco receptor de diversas iniciativas vindas da capital e de outros estados. Para além deste aspecto, também possui artistas atuantes, com uma trajetória consolidada, mas que necessitam de maior apoio para tocar adiante suas propostas de trabalho e pesquisas. O presente projeto, com patrocínio da Gerdau, visa preencher essa lacuna.

Serviço:

Espetáculo “A Panela”, livre adaptação da obra de Plauto, com direção de Wenceslau Coimbra.

Data: 30 e 31 de julho

Horário: 20h

Local: Museu de Congonhas (Alameda Cidade de Matosinhos de Portugal, 77, bairro Basílica, Congonhas).

Entrada franca.

Informações: (31) 3731-3979.

Patrocínio: Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais por meio da Gerdau.