Museu de Congonhas recebe Selmma Carvalho e Fernando Muzzi

15

Apresentação faz parte do projeto Caixa Acústica

 

O Projeto Caixa Acústica, iniciativa apoiada pela Gerdau, promove no dia 11 de maio, a apresentação da cantora Selmma Carvalho e do violonista e arranjador Fernando Muzzi. O espetáculo será realizado às 20h, no teatro do Museu de Congonhas. Os ingressos custam R$ 2 e podem ser adquiridos na bilheteria do espaço cultural.

No show de Congonhas, os músicos apresentarão canções autorais, como Deus Emprego, Alegra-me, Duas Faces, Você e Estrela, de Fernando Muzzi; Âncora, de Selmma Carvalho; além de canções de Vitor Ramil (Coisas de Você), Zeca Baleiro (Giorgio Armani), Sergio Sampaio (Cada Lugar na sua Coisa), Fred Martins e Francisco Bosco (Canção do Amor Doméstico), dentre outras canções. Selmma (ao teclado) e Muzzi (ao violão) fazem seu próprio acompanhamento.

O Projeto Caixa Acústica conta com o apoio da Fundação Municipal de Cultura, Lazer e Turismo (FUMCULT) e da Prefeitura Municipal de Congonhas, com produção executiva da TW Cultural de Belo Horizonte, e o patrocínio da Gerdau, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.

Sobre os cantores

Selmma Carvalho é uma das mais versáteis cantoras mineiras. No palco e nos discos, navega com competência, bom gosto e ousadia por um vasto repertório. Na sua discografia, ela possui quatro CDs: Selmma Carvalho, Cada Lugar na sua Coisa, O que será que está na moda e Minha Festa (em que estreia como compositora). A voz afinada, de timbre agradável, conquista o ouvinte pela mistura de naturalidade e bom gosto.

Fernando Muzzi é cantor, compositor e arranjador de Belo Horizonte. Lançou, em 1993, Corpus, seu primeiro disco, com direção de Juarez Moreira. Baladas românticas, soul e sambas recheiam seu universo sonoro, cada vez mais enriquecido pela crescente experiência de direção musical, que sempre o coloca em contato com os mais variados repertórios e artistas. Desde 1991 vem se envolvendo com trilhas para teatro e cinema, pelas quais foi reconhecido e premiado. Em 2006, lançou Confluências, disco autoral que vai do fado ao blues, passando pelo soul, bossa nova, salsa e baião.

Informações: (31) 3731-3979

Foto:Reprodução