Perseguição na BR040 termina em prisão de 2 traficantes e farta quantidade de crack e cocaína

12
Material apreendido pela PM/Divulgação
Carro apreendido pela PM/Divulgação

No fim de semana, no Bairro Santa Mônica, na BR 040, em Congonhas, o Serviço de Inteligência da 9ª Cia PM recebeu uma denuncia anônima dando conta de que um indivíduo, em companhia de um outro rapaz, estariam deslocando para a cidade de Belo Horizonte a fim de buscar drogas e que eles ocupando um veiculo Renault Sandero, de cor vermelha

Próximo ao trevo de Moeda, BA NR 040, os militares começaram a monitorar a passagem do veiculo quando passou pela equipe do Serviço de Inteligência, momento em que se iniciou um acompanhamento visual. Já próximo ao restaurante Estância Real estava um guarnição da Policia Militar a qual deu ordem de parada para o veiculo Sandero contudo este não acatou, fugindo pela contra mão de direção e iniciou a fuga.

Nos quebra-molas, próximo ao bairro Santa Mônica foi realizado novo cerco e bloqueio da via, momento em que o veiculo Sandero parou e, em ato contínuo o autor, que estava de passageiro, desceu do veiculo e iniciou a fuga pé.

Ele arremessou um embrulho ao solo que, ao ser verificado posteriormente, constatou-se que se tratava de uma quantidade considerável de crack e cocaína. Durante a fuga o autor tentou atravessar algumas cercas de arame farpado e, por isso, sofreu diversas lesões na face e mãos, sendo alcançado e capturado pelos militares.

Material apreendido pela PM/Divulgação

O condutor do veiculo não conseguiu fugir e foi abordado ao sair do carro alegou ser taxista e que não tinha conhecimento que o autor estava transportando drogas. Apesar da alegação o veiculo abordado não se tratava de um taxi. Durante busca pessoal no autor, ainda foi localizado dentro de seu tênis uma bucha de maconha.

Segundo ele teria cobrado pela corrida até Belo Horizonte a R$185,00 e quando estava voltando para Congonhas o autor teria feito contato telefônico com o motorista do taxi pedindo-o que o trouxesse novamente a cidade cobrando para tanto a quantia de R$20,00. Importante destacar que não fora encontrado qualquer quantia em dinheiro com o motorista e nem com o autor que fosse destinada ou proveniente de pagamento da viagem.

Diante do exposto, o veiculo foi devidamente removido para o pátio credenciado e os autores foram encaminhados para atendimento médico e posteriormente conduzidos até esta delegacia.