PM salva homem que se jogou dentro de um córrego

16
PM salva homem que se jogou dentro de um córrego/ Reprodução
PM salva homem que se jogou dentro de um córrego/ Reprodução

Durante patrulhamento na tarde de ontem, segunda feira(30), pelas imediações da área central de São João Del Rei, a equipe do GER 16958, deparou com um grande número de populares que se encontravam nas imediações da ponte próxima a rua Aldo Zerlotine, no centro da cidade, por onde passa o Córrego do Rio Lenheiro,, momento em que as pessoas estavam de maneira bastante exaltadas, anunciavam que um homem havia se atirado no rio, e que a mesma estava se afogando. Equipe do GER, imediatamente deslocou-se ao local dos fatos, e pode constatar a veracidade, percebendo que aquele homem debatia os braços e pernas, não conseguindo se apoiar as margens do rio, inserindo bastante água. Incontinenti o 2º Sgt Eduardo Campos e Cb Martin, desceram as margens do rio, adentrando no córrego com intuito de resgatar o cidadão, contudo pela profundidade e correnteza não conseguiram alcança-lo nesse primeiro momento, sendo o mesmo levado pelas águas. Os militares rapidamente retornaram pelas margens do rio, logrando êxito em alcança-lo tão somente nas proximidades da ponte, local em que conseguiram puxar a vítima pelos braços e resgata-la. O homem posteriormente foi identificado como sendo P.J.A.,de 24 anos, o qual sofre de transtornos psico-mentais. O resgate foi feito de maneira emergencial, onde após a retirada da vítima do córrego, foi feito uma rápida checagem dos sinais vitais e teste de consciência, não havendo a princípio maiores alterações. Contudo, o homem demonstrava-se fortemente abalado e agitado, negando atendimento médico. Momento em que alguns dos populares se apresentou, afirmando conhecer o quadro clinico mental do homem, anunciou que para acalma-lo somente com a presença de sua genitora. Uma outra testemunha do sexo masculino, cooperativamente informou que conduziria a equipe de serviço até o local de residência de Paulo, de forma que pelas circunstâncias, foi necessário sua condução no compartimento fechado da viatura policial. Chegando na residência da vítima, os militares foram atendidos pela sua genitora tendo ela informado que o homem teria saído de casa naquela tarde, tomado rumo ignorado. Confirmando a equipe que o mesmo sofre de sérios transtornos mentais, sendo inclusive bastante agressivo, que naquele dia inclusive, já teria acionado o Corpo de Bombeiros. A genitora foi orientada quanto as responsabilidades de guarda, bem como da necessidade de condução da vítima até uma unidade de atendimento médico, face a grande exposição com as águas poluídas e insalubres do rio que recebe dejetos e esgoto da cidade. Assim a vítima foi encaminhado a UPA, sendo atendido conforme prontuário de nº 143406, ficando sob análise clínica. Registro em BOS para conhecimento e providencias subsequentes.

Fonte: Vertentes das Gerais