Polícia Civil de Conselheiro Lafaiete promove ação do Setembro Amarelo

21

             A Delegacia Regional de Conselheiro Lafaiete amanheceu toda amarela na manhã desta quinta-feira, 28 de setembro, em apoio à causa do Setembro Amarelo, mês dedicado a prevenção do suicídio.

            Os Policiais Civis participaram desta ação vestindo camisas amarelas, promovendo um abraço simbólico e soltando balões amarelos. As viaturas da Polícia Civil, com sirenes ligadas, fizeram uma carreata pelas principais ruas da cidade, chamando atenção para a causa. A carreata contou também com a presença de Bombeiros e Policiais Militar, além de representantes da APAC.

            O atendimento nas delegacias de Trânsito, Identidade e Carteira de Habilitação foi voltado para a conscientização dos cidadãos, com a entrega de panfletos informativos. Na parte da tarde, uma ”blitz” foi realizada pelos servidores da 2ª DRPC no centro da cidade, com a entrega de cartões educativos para a população.

            Um dos objetivos dessas ações é quebrar o tabu sobre o tema suicídio. Segundo a Delegada Regional de Conselheiro Lafaiete, Patrícia Teresinha Bianchete Leite, é importante a mobilização da sociedade para a conscientização da população a respeito deste problema. “A Polícia Civil apoia essa causa. É preciso falar sobre o assunto para expor as causas e buscar a prevenção. Somente com o envolvimento da sociedade como um todo será possível reduzir os casos de suicídio”, acredita Patrícia Bianchete.

 Cartilha Valorização da Vida

            No início do mês de setembro, os Peritos da Polícia Civil de Minas Gerais, Renata Karla Peres Rodrigues e Gilmar Dias Rodrigues, lançaram uma cartilha informativa sobre as ações do Projeto Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio, projeto que integra a campanha mundial “Setembro Amarelo”. A cartilha do projeto está disponível online e pode ser baixada gratuitamente pelo site: www.abcriminologia.com.br .

            O Projeto para elaboração da Cartilha surgiu a partir da constatação do elevado número de suicídios consumados e atendidos pelos peritos criminais na área de atuação da Delegacia Regional de Conselheiro Lafaiete, o que levou ao estudo da matéria e à busca de mecanismos de intervenção para prevenção desse cenário.

            Segundo a perita Renata, durante o mês de setembro de 2016, período de intensificação das atividades do projeto, não foi registrado nenhum suicídio consumado no município de Conselheiro Lafaiete. “O que muita gente não sabe é que nove em cada dez suicídios são evitáveis. A proposta é abordar o tema de maneira simples, direta e eficiente, levando para a população a possibilidade de conhecer o assunto, promovendo uma intervenção social a fim de evitar o suicídio”, explica.     As ações são conjuntas com o 13°Departamento de Barbacena.