Prefeito de Congonhas assina protocolo de intenções para programa habitacional com a COHAB e minimiza retirada de candidatura da AMM

19
Zelinho trouxe de volta a Amalpa a importante cidade de Congonhas
Mario Marcus,Glaycon Franco,Alessandro Marques e Zelinho durante a assinatura de protocolo/CORREIO DE MINAS

Um acordo costurado nos bastidores fez com a região não chegasse ao comando da maior entidade municipalista do Brasil. Lançado a presidência da Associação Mineira de Municípios (AMM) por prefeitos da região, Zelinho foi forçado a desistir da disputa e retirar sua candidatura.

Isso porque três pré-candidatos fecharam acordo e formaram uma chapa conjunta que será aclamada na eleição do dia 30 de março. Julvan Lacerda (PMDB), da cidade de Moema, vai assumir à presidência da AMM.  Zelinho revelou que com o acordo entre os partidos ele estará em uma secretaria da entidade. “A gente fica chateado”, revelou.

Ele minimizou o acordo de cúpula e comemorou a assinatura de um protocolo de intenções com a COHAB, assinado, hoje, dia 24, em Ouro Branco durante reunião da Amalpa, que vai abrir a expectativa de criação de o maior programa habitacional de Congonhas. Ele disse que a prefeitura já está em acordo para adquirir o terreno. “A nossa demanda é grande e chega a mais de mil unidades”, adiantou. Ele disse a prefeitura vai iniciar em breve o levantamento e cadastro das famílias, buscando financiamento tanto nos poderes público municipal e estadual, através do programa “Minha Casa, Minha Vida” e na iniciativa privada.