Prefeito de Lamim cobra de seu colega de Itaverava acordo não cumprido para a construção conjunta de ponte

29
População aguarda construção de ponte na divisa entre Lamim e Itaverava /REPRODUÇÃO

Um post do prefeito de Lamim, Marco Antônio Assis (PR) publicado na sua página pessoal, ontem (1), por volta das 14:30 horas, nas redes sociais, chamou a atenção pelo tom de cobrança em  desfavor do seu colega, o prefeito de Itaverava, José Flaviano (P), vulgo Nô.

Na publicação, Marcão, como é conhecido o gestor de Lamim, lembra ao seu colega de um acordo assumido pelos prefeitos, ainda em outubro de 2019, porém até agora descumprido por Nô.

Nesta data, Marcão e Nô assinaram um documento se comprometendo a construção conjunta de uma ponte na Comunidade de Cachoeira Torta, situada na divisa entre os 2 Municípios.

“Ocorre que, o colega Prefeito, manifestou que caso nosso Município disponibilizasse o guindaste para fins de instalação das vigas no local, as demais ações seriam feitas pelo Município de Itaverava.
Considerando que até a presente data, não recebemos o projeto, nem tão pouco solicitação do guindaste.
Solicitamos informações acerca das providências tomadas, mesmo porque a população que utiliza a referida ponte, aguarda ansiosamente pelos serviços, uma vez, noticiados em diversas redes sociais, criando assim uma expectativa para os Munícipes.
Por fim, cumpre-nos esclarecer que estamos à disposição para ajudar na construção, conforme acordado na reunião.
Sem mais para o momento, renovo protestos de elevada estima e distinta consideração e aguardamos um posicionamento do nobre colega Prefeito”, destacou a publicação do prefeito Marcão.

Segundo fontes, os 2 gestores já buscam um acordo.