Professores e servidores da rede estadual de educação decidem entrar em greve por tempo indeterminado

20

Servidores da rede estadual de educação decidiram entrar em greve, por tempo indeterminado, em reunião realizada nesta quarta-feira, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, no bairro Santo Agostinho, na região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Segundo Denise Romano, coordenadora-geral do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), a pauta de reivindicação é a mesma de 2019. “Piso salarial profissional nacional, a defesa do emprego e a defesa da educação pública de qualidade para todos e para todas”.

Ainda hoje será definido a partir de que dia a categoria estará em greve.